sexta-feira, 16 de julho de 2010

A Lenda de Beowulf

  • título original:Beowulf
  • gênero:Animação
  • duração:01 hs 53 min
  • ano de lançamento:2007
  • estúdio:Warner Bros. Pictures / ImageMovers / Paramount Pictures / Shangri-La Entertainment
  • distribuidora:Warner Bros. Pictures / Paramount Pictures
  • direção: Robert Zemeckis
  • roteiro:Neil Gaiman e Roger Avary, baseado no poema épico "Beowulf", de autor desconhecido
  • produção:Steve Bing, Jack Rapke, Steve Starkey e Robert Zemeckis
  • música:Alan Silvestri
  • fotografia:Robert Presley
  • direção de arte:Greg Papalia
  • figurino:Gabriella Pescucci
  • edição:Jeremiah O'Driscoll
  • efeitos especiais:Gentle Giant Studios / W.M. Creations / Sony Pictures Imageworks
Em uma ilha ameaçada por uma terrível maldição, o rei busca alguém para desfazer o mal que assola aquelas terras; é assim que Beowulf surge na história como um grande guerreiro e a esperança da população.
A técnica de captação de movimentos é a mesma usada em outro filme do mesmo diretor: "O Expresso Polar", só que em um nível de qualidade muito mais evoluído. Para usar de um exemplo talvez mais visto, "Avatar" também usa a mesma técnica, mas no sucesso de bilheterias ela conseguiu ser melhor ainda reproduzida. Trata-se, explicando bem basicamente, de captar os movimentos dos atores e os transformar em animação; nesse filme as pessoas já estão bem próximas do real, a parte de cabelos e pêlos ainda deixa um pouco a desejar mas já é impressionante a evolução em relação aos precursores.
Ouvi falar que o filme não é quase nada fiel ao livro, o que deixa a desejar; por ser uma história épica achava que seria um filme bonito e interessante, mas acabou se tornando arrastado e sem graça. Talvez para quem assista sem esperar muito goste mais, eu achei bem fraquinho.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Porter e Ficha técnica: IMDb

2 comentários:

  1. pegar movimentos para fazer um Na'vi eu acho legal.. agora nao entendo por que captar movimentos humanos para reproduzir outro humano..

    nesses filmes nunca da pra esperar muito do enredo.. bom é a regra geralmente.. .Avatar é um filme puramente visual, o enredo é a cópia idêntica de Pocahontas.

    Mas admito que queria ter visto no cinema.. pela experiencia visual, como perdi no cinema...duvido que irei alugar o dvd da obra...

    ResponderExcluir
  2. Então, parece q esse quando saiu em cina foi em 3D tb. Tvz valesse mais a pena do q em dvdv como vi.
    Tb ñ vejo sentido em captar movimentos para faezr humanos.
    E se ñ viu Avatar no cinema em 3D nem perca tmepo alugando, o bonito é a técnologia do negócio

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.