sexta-feira, 24 de fevereiro de 2012

A Separação



título original: Jodaeiye Nader az Simin
gênero: Drama
duração: 123 min
ano de lançamento: 2011
estúdio: Asghar Farhadi
direção: Asghar Farhadi
roteiro: Asghar Farhadi
fotografia: Mahmoud Kalari

Simin quer se divorciar do marido, Nader, pois quer deixar o Irã. Ele não aceita pois a esposa quer levar sua filha, Termeh junto e ele quer ficar para cuidar do pai que está com Alzheimer. Mesmo assim ela sai de casa e Nader contrata uma moça para cuidar da casa e do pai, o que ele não sabe é que ela está grávida e trabalhando escondida do marido.
Nunca tinha visto um filme iraniano, comecei com o pé direito. Não sei se é a língua, que tem uma tonalidade muito forte, mas achei que trabalharam muito bem a dramaticidade de cada ator.
O roteiro é construído em cima de uma trama de mentiras, uma conduz a outra e assim por diante. Tem como pano de fundo as questões sociais e religiosas do país, muito importantes  pois se não se passasse no Irã muita coisa deixaria de fazer sentido.
Está concorrendo a Melhor Filme Estrangeiro, do qual não posso opinar pois só o vi dessa categoria, mesmo assim diria que merece bastante; e Melhor Roteiro Original. Dessa última só não vi um dos indicados, os outros são "Missão Madrinha de Casamento", "O Artista" e "Meia-noite em Paris". Acho difícil sendo que são todos muito diferentes, mas ficaria entre esse e o dirigido por Woody Allen.
Como vi um amigo meu falado: "Esse filme merecia estar concorrendo a Melhor Filme". Concordo, e digo mais, principalmente se estivesse no lugar de "Cavalo de Guerra".
Um ótimo filme, de uma cultura muito diferente, que aborda atitudes universais.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário