domingo, 30 de outubro de 2011

Jogos Mortais 3


título original: SawIII
gênero: Terror
duração: 108 min 
ano de lançamento: 2006
estúdio: Evolution Entertainment, Twisted Pictures
direção: Darren Lynn Bousman
roteiro: Leigh Whannell, James Wan
fotografia: David A. Armstrong

Jigsaw está debilitado, mas para seus ideais continuarem vivos ele começa a treinar uma aprendiz. A polícia continua em sua busca. Enquanto isso, uma médica não imagina que está na mira do psicopata.
O que eu achava, e esperava do fundo do coração, que fosse o final na saga. O final perfeito para uma trama de terror, psicose, vingança e MUITO sangue.
Não vou falar muito do roteiro para não estragar a história, só digo que vale a pena. Se tivesse sido uma trilogia seria perfeito, o problema é a necessidade dos estúdios em continuar ganhando dinheiro em cima do que está fazendo sucesso e começar a fazer continuações descabidas. Assisti só mais o "Jogos Mortais 4" pois queria ver com meus próprios olhos como tinham continuado uma história que não tinham como seguir em frente.
Nesse o co-roteirista do primeiro está de volta, o que tira o foco da ação como houve no segundo, e volta o foco para a trama psíquica.
Fotografia, efeitos, trilha sonora, tudo mantendo a mesma qualidade desde o começo.
Como avisei no "Jogos Mortais" não são filmes para quem tem estômago fraco. Algumas cenas nos anteriores me deixavam um pouco aflita mas nada muito sério. Nesse em particular, eu quase vomitei na sala de cinema. Foi na cena [SPOILER/] em que operam o cérebro do Jigsaw [\SPOILER]. Tive que parar de olhar, ignorar os barulhos para acalmar o estômago.
Aqui é o último que vale a pena. Para me manter feliz, finjo que não houveram filmes depois desse e que, assim, a saga teve o final que merecia.


CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.