quinta-feira, 17 de março de 2011

Rango

título original:Rango
gênero:Animação
duração:1 hr 47 min
ano de lançamento: 2011
estúdio: Nickelodeon Movies | GK Films | Blind Wink
distribuidora: Paramount Pictures (EUA) | United International Pictures - UIP ( Brasil)
direção: Gore Verbinski
roteiro: John Logan, baseado na história de James Ward Byrkit e Gore Verbinski
produção: Gore Verbinski, Graham King e John B. Carls
música: Hans Zimmer
direção de arte: John Bell (supervisor)
edição: Craig Wood
efeitos especiais:Industrial Light & Magic (ILM)

Um lagarto de estimação, após um acidente, cai do carro dos donos no meio do deserto. Ele vai parar em uma cidade, Poeira, onde a população está sofrendo coma estiagem de água. De um animal sem personalidade, amigos ou futuro, ele passa a ser alguém que conquista admiração e ódio e constrói sua própria história quando se torna xerife da cidade. Tendo de enfrentar os inimigos, ele ainda busca uma solução para o problema da seca.
Não é desenho pra criança. E não é como os da Pixar que costumam ter piadinhas pra adultos e gracinhas para as crianças. Não, ele é totalmente feito pra adultos. No cinema em que fui assistir, as crianças choravam (tem cenas de levar criancinha a fazer xixi na cama a noite) e não paravam quietas, enquanto os pais passavam mal de rir com as piadas adultas e o vocabulário extremamente requintado - tinham palavras bem difíceis nos diálogos, algumas que até me faziam parar pra pensar "o que ela significa mesmo?".
Quanto ao gráfico. Ainda estou impressionada. Confesso que quando o filme começou e vi que a Nichelodeon era o estúdio fiquei com um pé atrás. Me surpreendeu, a animação é perfeita! Existem tantos detalhes, o ambiente e personagens são executados com tanta maestria que chegam a parecer reais. Escamas, cascos, rugas da pele grossa de animais do deserto, pelagem, plantas, água, TUDO era perfeitamente elaborado.
Assisti dublado, mas mesmo assim as características de Johnny Depp estão encrustradas no personagem Rango. A forma de olhar, andar e gesticular são próprias do ator.
É um western perfeito, uma homenagem aos clássicos do cinema.[SPOILER/] Ah! Inclusive, a "participação" da figura de Clint Weastwood como Espírito do Oeste é sensacional![\SPOILER]
O roteiro conquista enquanto o desenho impressiona. Vários trechos fazem referência a outros clássicos fora do gênero como "Apocalypse Now" e "2001- Uma odisséia no espaço", principalmente na trilha sonora.
Adultos, vocês precisam assistir esse filme agora! Pais, por favor não levem as crianças, elas não vão gostar e vocês não vão aproveitar tudo que podem.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.