quarta-feira, 19 de janeiro de 2011

Apocalypse Now

título original:Apocalypse Now
gênero:Guerra
duração:2 hr 28 min
ano de lançamento: 1979
estúdio: Zoetrope Studios
distribuidora: United Artists
direção: Francis Ford Coppola
roteiro: Francis Ford Coppola eJohn Milius, baseado em romance de Joseph Conrad
produção: Francis Ford Coppola
música: Carmine Coppola, Francis Ford Coppola e Mickey Hart
fotografia: Vittorio Storaro
direção de arte: Angelo P. Graham
figurino: Charles E. James
edição: Lisa Fruchtman, Gerald B. Greenberg, Richard Marks, Walter Murch e Randy Thom

Durante a Guerra do Vietnã, um coronel é designado a ir em busca de um capitão que se refugiou na selva do Camboja e matá-lo. Para chegar até lá ele conta com a ajuda de alguns soldados e encontra situações inusitadas pelo caminho.
É muito difícil falar de um filme tão famoso, valorizado e comentado. Vamos partir do ponto que, como qualquer outro filme que se encaixe nessas categorias ditas anteriormente e que já estejam no Hall dos clássicos, nós já começamos a assistir com uma expectativa muito grande, superestimando.
Não que isso que eu disse tire o valor do filme, jamaz. O roteiro é incrível, a fotografia muito interessante e a trilha sonora sem dúvida alguma é uma das melhores da história do cinema, que inclui The Doors, Rolling Stones, entre outras - é de arrepiar a cena no helicóptero ao som da Cavalgada das Válquírias.  
Entre os filmes de guerra que já vi, ele impressiona por sua psicodelia e a maneira como isso representa bem o estado de espírito e de vida dos soldados que participaram dessa guerra fracassada.
A obra por completo impressiona e não há como chegar ao final com uma sensação de neutralidade. É fato que você será impactado. No todo ele choca, mas como disse no começo fiquei tanto tempo na excitação de assistir a esse filme que ao final me frustrei um pouco, sem dúvida que ele é uma obra-prima e em nada perde seu valor, mas eu acabei indo com sede demais ao pote e no final esperava alguma coisa que não sei o que é. 
Talvez ele tenha se estendido demais para a minha hiperatividade ou foi muita loucura pra uma cabeça só. Só sei que ao final mesmo o admirando como obra, infelizmente, não posso considerar como um dos meus favoritos.
Só uma coisa eu posso garantir: você gostando ou não, com certeza ao final, vai adorar o cheiro de Napalm pela manhã.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.