quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Nova York, Eu Te Amo

título original:New York, I Love You
gênero:Drama
duração:1 hr 50 min
ano de lançamento: 2009
estúdio: Vivendi Entertainment / Palm Pictures / Sherazade Films / Benaroya Pictures / Grosvenor Park Media / Ever So Close / Visitor Pictures / Plum Pictures / 2008NY5 / Grand Army Entertainment / Also Known As Pictures / New York, I Love You
distribuidora: Vivendi Entertainment / California Filmes
direção: Allen Hughes, Shunji Iwai, Joshua Marston, Wen Jiang, Brett Ratner, Mira Nair, Natalie Portman, Shekhar Kapur, Yvan Attal, Fatih Akin
roteiro: Emmanuel Benbihy (argumento) / Tristan Carné (premissa) / Hall Powell, Israel Horovitz e James C. Strouse (transições) / Shunji Iwai, Israel Horovitz (adaptação no segmento de Shunji Iwai), Hu Hong (segmento Jiang Wen), Yao Meng (segmento Jiang Wen),
produção: Emmanuel Benbihy, Marina Grasic e Parker C. Bennett (co produtor)
música: Tonino Baliardo (segmento Jiang Wen), Nicholas Britell (segmento Natalie Portman), Paul Cantelon (segmento Shekhar Kapur), Mychael Danna (segmento Mira Nair), Ilhan Ersahin (segmento Fatih Akin), Jack Livesey (Transições), Shoji Mitsui (segmento Shunji
fotografia: Benoît Debie (segmento Shekhar Kapur), Pawel Edelman (segmento Brett Ratner), Michael McDonough (transições), Declan Quinn (segmento Mira Nair) e Mauricio Rubinstein (segmento Fatih Akin)
direção de arte: Katya DeBear
figurino: Victoria Farrell
edição: Jacob Craycroft, Affonso Gonçalves, Mark Helfrich, Allyson C. Johnson e Craig McKay

Assim como em "Paris, te amo" vários diretores mostram, do seu ponto de vista, o amor e a cidade em foco.
Mas há diferenças. A começar que no primeiro os curtas são bem separados, aparecendo o nome do filme e seu diretor sempre no início, enquanto esse tem tudo misturado, o que acho particularmente que atrapalha em saber se um é continuação do outro ou se são histórias distintas. Você perde um tempo se acostumando ao novo estilo, não está preparado ainda para a mudança.
Não tive um curta preferido nesse filme, achei todos meio padronizados sem que um tomasse muito destaque. Talvez o mais fofinho pra tenha sido o de casal de idosos, mas não porque a fotografia é diferente ou o roteiro incrementado, mas só por achar uma gracinha casais de idosos.
Outra diferença gritante é que no primeiro vejo mais a demonstração de amor à cidade e como isso se reflete em vários tipos de amor (casal, pai e filho, irmãos, etc), enquanto nesse vi somente Nova York como pano de fundo a várias histórias de amor somente entre homem e mulher.
Inclusive se alguém souber me explicar, gostaria MUITO de entender o curta da senhora que está no hotel e gosta de violetas, de verdade, não entendi nada.
Um ponto alto é o elenco estrelar, 90% dos personagens principais são muito famosos. Já no "Paris, te amo" não são tantos assim.
É tudo muito agradável, sai do padrão de filminhos românticos. Não digo para não assistirem pois é legal e interessante, mas eu esperava mais.

ps.: infelizmente tem um limite pra tags e eu não consegui marcar todos os atores principais.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha técnica: IMDb

Um comentário:

  1. àa eu gostei MUITO do " PARIS, TE AMO !"
    e espeero gostar do " NEW YORK , TE AMO !" tbéem !

    Ainda nñ tive oportunidade de vêer , maais em breve ...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.