sábado, 18 de setembro de 2010

Dogville

  • título original:Dogville
  • gênero:Drama
  • duração:02 hs 57 min
  • ano de lançamento:2003
  • estúdio:Canal+ / 4 1/2 / Alan Young Pictures / Det Danske Filminstitut / Edith Film Oy / Film i Väst / Hachette Première / Isabella Films B.V. / J&M Entertainment / KC Medien AG / Kushner-Locke Company / Kuzui Enterprises / Liberator Productions /
  • distribuidora:Lions Gate Entertainment / California Filmes
  • direção: Lars Von Trier
  • roteiro:Lars Von Trier
  • produção:Vibeke Windelov
  • fotografia:Anthony Dod Mantle
  • direção de arte:
  • figurino:Manon Rasmussen
  • edição:Molly Marlene Stensgard
Década de 30, Grace, tentado fugir de gânsters, vai parar na cidade de Dogville onde é acolhida e, em troca de trabalhos  para a comunidade, escondida por 2 semanas - período em que votam se ela poderá permanecer ou não. Quando, por unânimidade a aceitam, a população começa a mostrar suas garras e aproveitar da moça mais do que nos serviços que já prestava, o problema é que ela esconde um segredo da população.
A primeira coisa que chama atenção é a falta de cenário; toda a cidade, inclusive cachorro, lago e moitas são demarcados no chão por linhas brancas. O que por incrível que pareça dá ao filme uma fotografia incrível, a dramaticidade da história é extremamente intensificada por esse fator.
A moral e ética da humanidade é colocada em cheque nessa história, o roteiro explora bem o lado interesseiro do ser humano, mostrando como há sempre um lobo vestido em pele de cordeiro em cada pessoa. Exploração, chantagem, abuso de poder, esses são uns dos pontos mostrados no filme.
Não gosto muito do trabalho da Nicole Kidman, mas ela me surpreendeu com esse papel, mostrou do que é capaz por trás de tanto botox. Todo o resto do elenco também não deixa nem um pouco a desejar, parece que todos estão muito bem envolvidos com o estilo de interpretação mais teatral que é desenvolvido na história.
Para algumas pessoas pode acabar sendo um pouco cansativo, mas sem dúvida alguma é uma aula de como se fazer diferença na história do cinema.

CLASSIFICAÇÃO: MARAVILHOSO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.