domingo, 27 de março de 2016

Os Dez Mandamentos

título original: The Ten Commandments
gênero: Drama, Épico
duração: 3h 40 min
ano de lançamento: 1956
estúdio:  Motion Picture Associates
direção: Cecil B. DeMille
roteiro: Dorothy Clarke Wilson, J.H. Ingraham, A.E. Southon, Æneas MacKenzie, Jesse Lasky Jr., Jack Gariss, Fredric M. Frank
fotografia: Loyal Griggs

Após ser largado no Nilo ainda bebê, Moisés, é encontrado pela irmã do faraó e criado como da família. Quando descobre sua verdadeira origem e ouve a mensagem de Deus resolve libertar seu povo, os hebreus, da escravidão e levá-los à terra prometida.
Não precisa ser religioso para conhecer essa história, quem já assistiu a animação "O Príncipe do Egito" a conhece bem. Mas estamos falando aqui de um dos maiores épicos da história do cinema.
Não por isso se torna um filme fácil e divertido, estamos falando de quase 4 horas de uma história bíblica.
Mesmo assim vale para ver uma super produção e efeitos surpreendentes para um filme da década de 50.
Esse papel marcou definitivamente a carreira de Charlton Heston, que sofre uma transformação tremendo do começo ao fim do filme.
Pela segunda vez tenho contato com o trabalho de Yul Brynner e cada vez mais tenho certeza que nasceu para papéis altivos e poderosos.

Vale por sua importância para a história do cinema, mas aviso que não é fácil, principalmente para quem - assim como eu - não gosta muito de fanatismo religioso.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.