terça-feira, 8 de março de 2016

Ex-Machina: Instinto Artificial

título original: Ex-Machina
gênero: Ficção Científica, Suspense, Drama
duração: 1h 48 min
ano de lançamento: 2015
estúdio:  DNA Films
direção:  Alex Garland
roteiro: Alex Garland
fotografia: Rob Hardy
direção de arte: Mark Digby

Um jovem programador , Caleb, ganha um concurso para passar uma semana na casa do criador da empresa em que trabalha. Quando chega, percebe que foi escolhido para um experiência: a de testar a nova criação de Nathan, uma robô com inteligência artificial. Mas a situação sairá do planejado.
Como que esse filme saiu direto pra DVD e TV aqui no Brasil pelo amor de Deus? Merecia muito mais estar indicado a Melhor Filme no Oscar que "Brooklyn" ou "Ponte dos Espiões", inclusive podia estar nas salas de cinemas no lugar desses.
O roteiro mescla muito bem a ficção científica, a drama e o suspense. Até o último minuto você fica naquela incerteza de quem está certo ou errado, o que está realmente acontecendo.
Mereceu muito o prêmio por efeitos especiais; delicado, bem feito e mesmo assim muito convincente.
Diria que é uma mistura de "A.I. - Inteligência Artificial" e "Instinto Selvagem"(=P), não, sério: "1984", "A Revolução dos Bichos" e "Blade Runner".  Apesar do "exagero" (ou não, quem sabe) sobre a evolução das máquinas, há uma junção com a questão da privacidade na internet muito forte. O que faz com que você se coloque ali no lugar do personagem principal.
A prova que Alicia Vikander é uma merecedora de Oscar, na minha opinião, esta muito mais aqui do que em "A Garota Dinamarquesa". Inclusive, só deu ela e Domhnall Gleeson em todos os filmes do Oscar desse ano né?
Emotivo e alarmante ao mesmo tempo, esse filme sabe explorar muitos sentidos ao mesmo tempo. 

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.