quarta-feira, 2 de março de 2016

A Sorridente Madame Beudet

título original: La souriante Madame Beudet
gênero: Drama
duração: 38 min
ano de lançamento: 1923
estúdio:  Colisée Films
direção: Germaine Dulac
roteiro:  Denys Amiel , Germaine Dulac , André Obey
fotografia: Maurice Forster, Paul Parguel

Madame Beudet é uma mulher presa a um casamento que não a faz feliz. O marido costuma brincar simulando que vai se matar, colocando o revólver sem balas na cabeça e apertando um gatilho. Um dia, sem que ele veja, ela carrega a arma.
É curioso ver a abordagem sobre uma mulher insatisfeita com o casamento na década de 20, sua depressão latente. Mesmo assim, não podemos exigir muito, a história acaba sendo um pouco superficial.
Mas para mim o ponto alto são os efeitos especiais. Os fantasmas, as cenas de sonho, tudo é tão mágico. Lógico, com as limitações da época, mas temos que levar nossa mente para a época para aproveitar completamente; e fazendo isso fica claro como foram muito bem feitas e elaboradas.
São só 38 minutos, mas que marcaram época.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário