sexta-feira, 26 de fevereiro de 2016

A Garota Dinamarquesa

título original: The Danish Girl
gênero: Drama, Romance
duração: 1h 59 min
ano de lançamento: 2015
estúdio: Working Title Films
direção: Tom Hooper
roteiro: David Ebershoff , Lucinda Coxon
fotografia: Danny Cohen
direção de arte: Eve Stewart

Einar e Gerda são um casal de pintores. Após uma brincadeira entre o casal, Einar começa a se ver diferente, como quem realmente é: Lili. Passa-se então a ter o processo da sua própria aceitação, de sua esposa, e da transformação.
Baseado em fatos reais, o roteiro aborda de maneira delicada e ao mesmo tempo muito profunda os sentimentos de ambos os lados envolvidos nesse drama. O conflito que a personagem principal vive é doloroso e construído de forma tão real que eu sentia quase que na pele.
Fotografia e trilha são singelas, sutis e perfeitas para a trama densa que carregam.
Por fim: Eddie Redmayne. O que ele fez nesse filme?! Eu estou tendo arrepios enquanto tento encontrar as palavras certas para descrever sua atuação. Fiquei impressionada com sua atuação em "A Teoria de Tudo", achei justíssimo as premiações que ganhou; mas tinha medo dele se tornar um ator de um personagem só, dele ter gastado todas suas fichas em um único papel. Fico feliz em ver que estava enganada, o rapaz é uma folha em branco.
O que ele fez no papel de Einar/Lili é indescritível. Ele não está afeminado, muito menos caricato, ele se transformou em uma mulher. E isso não se vê apenas pela caracterização, mas no seu modo de sentar, mexer as mãos e os olhos. Eu queria ter 1/3 da feminilidade que ele passou. Perfeito. Arrisco dizer que é um dos melhores atores da nova geração.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário