quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Livre

título original: Wild
gênero: Drama
duração: 115 min
ano de lançamento: 2014
estúdio: Fox Searchlight Pictures
direção: Jean-Marc Vallée
roteiro: Nick Hornby, Cheryl Strayed
fotografia: Yves Bélanger
direção de arte: John Paino

Após a morte de sua mãe, Strayed se afunda na heroína e leva seu casamento para o buraco. Na intenção de mudar o rumo de sua vida, ela decide trilhar sozinha o Pacific Crest Trail.
Não consigo olhar para Reese Witherspoon e não lembrar de "Legalmente Loira", mas aqui ela se transformou completamente. Passa um sofrimento emocional, uma maturidade, que nunca havia visto antes.
O roteiro me lembrou, na essência, "Comer, rezar e Amar" - a busca de alguém por superar problemas de sua vida através de mudanças radicais, mas com muito mais drama e muito menos açucarado. Também me lembrou "127 horas" (inclusive na fotografia) mas com muito menos sangue.
Não sei se a atuação principal é digna de um Oscar, mas definitivamente é muito boa. Achei o enredo interessante e com uma capacidade imensa de fisgar quem está assistindo.
A parte ruim é que fiquei morrendo de vontade de fazer essa trilha.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb


Nenhum comentário:

Postar um comentário