sábado, 12 de maio de 2012

O Filho da Noiva



título original: El hijo de la novia
gênero: Comédia Romântica
duração: 123 min 
ano de lançamento: 2001
estúdio: Instituto Nacional de Cine y Artes Audiovisuales (INCAA)
direção: Juan José Campanella
roteiro: Juan José Campanella, Fernando Castets
fotografia: Daniel Shulman

Rafael, aos 42 anos, se vê envolvido até o pescoço com crises e não tendo tempo para se divertir. Gerencia o restaurante do pai mas não consegue sair da sua sombra, quase não visita a mãe que está com perda de memória, a ex-mulher reclama que não dá atenção ao filho e a namorada lhe exige mais atenção. Após um ataque cardíaco ele passa a ver a vida com outros olhos.
Uma história tocante sobre os valores que temos na vida e o amor. A o amor, como ele é trabalhado sutilmente e ainda de uma maneira emocionante.
Hoje vejo o quanto esse filme é bom, mas na época em que assisti fiquei com um pouco de raiva. Foi o primeiro filme com Ricardo Darín que assisti e depois fiquei um bom tempo sem ver filmes com ele pela birra que peguei. Explico: tinha ido na prateleira "Familia" da locadora procurando algo bem tolo pra assistir; não sei porquê esse estava lá, peguei e vi algo que não era o que queria naquele dia. 
O humor é bem sutil e até um pouco "escondido", a veia dramática é a mais trabalhada, inclusive coisa que os argentinos fazem muito bem.
Vá preparado para ver um drama e não uma comédia, e saia muito satisfeito.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.