quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Amor Sem Escalas

título original:Up in the Air
gênero:Drama
duração:1 hr 49 min
ano de lançamento: 2009
estúdio: Paramount Pictures / Cold Spring Pictures / The Montecito Picture Company / Right of Way Films / DW Studios
distribuidora: Paramount Pictures / UIP
direção: Jason Reitman
roteiro: Sheldon Turner e Jason Reitman, baseado em livro de Walter Kim
produção: Jeffrey Clifford, Daniel Dubiecki, Ivan Reitman e Jason Reitman
música: Rolfe Kent
fotografia: Eric Steelberg
direção de arte: Andrew Max Cahn
figurino: Danny Glicker
edição: Dana E. Glauberman
efeitos especiais:Lola Visual Effects / Hammerhead Production

Um homem, cuja profissão é demitir pessoas, passa a maior parte do seu tempo em aviões e quartos de hotéis, chegando ao ponto de considerar esses lugares seu verdadeiro lar. Seu maior sonho é alcançar 10 milhões de milhas.
Essa sim é uma história de amor real. Sem, milagrosamente, tudo dar certo e mesmo com todos os contratempos as pessoas ficarem juntas. Mesmo teoricamente o tema sendo interessante, o desenvolvimento da história é uma chatice só.
Nem Clooney com todo seu charme salva. De verdade não sei como fizeram tanto alvoroço para esse filme ganhar o Oscar.
A única coisa que gostei foi ver a prepotência do personagem principal ir abaixo no final do filme, mas sinceramente passei a história toda olhando o relógio.
Vale a pena assistir para tirar sua própria conclusão se mereceu ou não todas as categorias em todas as premiações que concorreu.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

2 comentários:

  1. Eu adorei!! Confesso que a parte que mais gostei foi "ver a prepotência do personagem principal ir abaixo no final do filme(...)" Enfim, gostei bastante. Legal seu blog!! Beijos!

    ResponderExcluir
  2. I actually liked the movie (7.5/10).

    I guess it shows well, how a men, who pretend to not need anyone in his life, and to live without feelings, can't really live like this: the life take him back. U can try to avoid every kind of social and heart relationship, but in the end, the "power" of the facts, of the case, bring u back in the world (so: u cannot stay anymore "up in the air").
    For sure the movie is a few too "linear", maybe esquemático (ist't irregular as Juno), but isn't that bad! And Clooney is nice, as ever.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.