sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Blow-Up - Depois Daquele Beijo

título original:Blow Up
gênero:Drama
duração:1 hr 51 min
ano de lançamento: 1966
estúdio: Bridge Films
distribuidora: Metro-Goldwyn-Mayer
direção: Michelangelo Antonioni
roteiro: Michelangelo Antonioni e Tonino Guerra, baseado em estória de Julio Cortázar
produção: Carlo Ponti
música: Herbie Hancock
fotografia: Carlo Di Palma
direção de arte: Assheton Gordon
figurino: Assheton Gordon
edição: Frank Clarke

 Um fotógrafao de moda está cansado das futilidades do mundo fashion. Um dia em um parque fotografa um casal e a moça vem pedir que lhe entregue os negativos, mas ele se engana e entrega o errado. Quando revela as fotos percebe que pode ter registrado um assassinato.
Aviso antes de tudo, não vou ter como comentar esse filme sem fazer um GRANDE SPOILER, se não assistiu ainda me desculpe, mas não leia daqui pra frente.
É incrível como o suspense é inserido na história mas não recebe uma conclusão, esse é o grande e maior trunfo do filme, você passa o desenrolar todo esperando o desfecho desse mistério. Diria que é mais ou menos como a traição ou não de Capitu no livro Dom Casmurro de Machado de Assis.
Infelizmente o que dá maior valor ao filme também o deixa monótono, exatamente por fugir do comum. A falta de conclusão é o grande diferencial do roteiro, mas por você ficar na espera o tempo todo acaba tornando a história um pouco cansativa. Nada que tire o valor do filme, jamaz, mas para que não está preparado pode acabar não gostando tanto quanto poderia.
Muita coisa é dita com quase nenhum diálogo, resumiria o filme em "a imagem diz mais do que mil palavras". mesmo assim , entendendo todo o valor do filme me incluo na turma que o achou monótono. Sou da turma que curte muito Woody Allen, traduzindo: muitos diálogos. Então para mim é difícil não ficar com sono em filmes mais parados e silenciosos.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

poster e Ficha técnica: IMDb

2 comentários:

  1. O filme é muito mais que isso. É uma grande obra, musica, moda, cinema, comportamento. O primeiro filme a exibir cenas de nudes. Michelangelo Antonioni coloca pequenos detalhes, pequenas atitudes, roteiro perfeito, trilha sonora perfeita. Misterios, mtos misterios. Recomendo a todos os amantes de cinema!!

    ResponderExcluir
  2. Observação: O rapaz acima fez sua monografia de conclusão de curso sobre esse filme. Sem dúvida alguma que conhece e entende muito mais sobra a obra do que a reles mortal que escreve esse blog =P

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.