terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Uma rua chamada pecado

  • título original:A Streetcar Named Desire
  • gênero:Drama
  • duração:02 hs 05 min
  • ano de lançamento:1951
  • estúdio:Warner Bros.
  • distribuidora:Warner Bros.
  • direção: Elia Kazan
  • roteiro:Oscar Saul, baseado em peça de Tennessee Williams
  • produção:Charles K. Feldman
  • música:Alex North
  • fotografia:Harry Stradling Jr.
  • direção de arte:Richard Day
  • figurino:Lucinda Ballard
  • edição:David Weisbart
Blanche certo dia aparece na casa de sua irmã para passar um período. O cunhado, não gostando dessa visita começa a ter atitudes mais machistas e violentas do que o comum, se posicionando como o vilão nos primeiros momentos do filme. Com o tempo ela passa a se mostrar desequilibrada mentalmente quase colocando a  perder o casamento de sua irmã e deixando rastros de que esconde algo de seu passado.
A tensão fica no ar durante todo o filme, não só do ponto violento mas sexual também, é claro o desejo que Blanche nutre pelo cunhado e ele de certa forma retribui; a situação chega a tal ponto que põe em dúvida qual a verdade do final da história.
A interpretação na década de 50 ainda era um pouco caricata, mas coube muito bem a personagem de Vivien Leigh; Marlon Brando mostra nesse filme o porque fez, e faz, mulheres suspirarem.
Mas uma certeza ao final desse filme você terá, nunca mais escutará alguém gritando "Stella!!" do mesmo jeito.

Classificação: BOM

Poster e ficha técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.