domingo, 25 de outubro de 2009

Bastardos Inglórios

Diretor: Quentin Tarantino
Elenco: Brad Pitt, Diane Kruger, Mélanie Laurent, Christoph Waltz, Daniel Brühl, Eli Roth, Samm Levine, Michael Fassbender, B.J. Novak, Til Schweiger.
Produção: Lawrence Bender
Roteiro: Quentin Tarantino
Fotografia: Robert Richardson
Duração: 153 min.
Ano: 2009
País: EUA/ Alemanha
Gênero: Ação
Cor: Colorido
Distribuidora: Universal Pictures
Estúdio: Lawrence Bender Productions / Universal Pictures / A Band Apart / The Weinstein Company / Studio Babelsberg / Zehnte Babelsberg
Classificação: 18 anos

Eu gosto muito de todos os filmes que tiveram um dedinho do Tarantino, mas Bastardos se superou. Incrível, sensacional, maravilhoso - enfim, FODA. Tendo como base a Segunda Guerra Mundial, um grupo de soldados judeus se unem para matar nazistas como civis, enquanto em outro lugar da França uma jovem consegue escapar do massacre de sua família e deseja vingança. A história é boa, mas o que a torna sensacional são as piadinhas dignas do Tarantino, na minha opinião um dos melhores humores do cinema - de mal gosto - aquele que te faz rir nos piores momentos; apesar do filme não ter tantas características de filmes dele - como começar do final - mas mantém a divisão por capítulos, como Kill Bill, e a forma irônica de espalhar sangue o tempo todo.
Brad Pitt, apesar de não aparecer tanto como dá a entender o trailer, estava em uma das suas melhores atuações. Como um típico caipira americano, seu sotaque tira várias gargalhadas do público. Vale destacar a cena em que ele e seus amigos tentam falar italiano - para mim uma das melhores e a única em que o cinema inteiro deu risada em uníssono.
Fazia tempo que eu não ia ver um filme que me deixasse tão entusiasmada, em várias cenas de bastardos meu coração dispararava de ansiedade pelo que estava por acontecer.

Classificação: MARAVILHOSO

Ficha técnica e pôster: CineClick


4 comentários:

  1. Bonjorrrrrno!!
    auhaauhauhaauhauhau
    Crítica maravilhosa!!!
    Li, fiquei com vontade de ver o filme, vi, e não me decepcionei!!
    Tarantino é F-O-D-A

    ResponderExcluir
  2. Obra-prima. Aqui Tarantino usa um ingrediente diferente de todos os outros filmes: uma história linear, onde o espectador sabe o que vai acontecer no final. O segredo é a construção do clímax, no melhor estilo Tarantino.

    ResponderExcluir
  3. Só para constar:
    Pulp Fiction, outro filme de muito sucesso do Tarantino e com muitas indicações ao Oscar, também começou pelo fim :)
    Adorei seu blog!

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.