sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Os Árabes Também Dançam

título original: Dancing Arabs
gênero: Drama
duração: 01h 44 min
ano de lançamento: 2014
estúdio: United Channel Movies
direção: Eran Riklis
roteiro: Sayed Kashua
fotografia: Michael Wiesweg
direção de arte: Yoel Herzberg

Eyad vive com sua família em Tira, Palestina. Por seu pai ser um militante, desde criança ele vê de perto as consequências dos conflitos. Quando ele passa em uma conceituada universidade em Jerusalém a princípio sente que não se encaixa naquele ambiente, mas aos poucos ele vai se inserindo nessa nova vida social graça s a amizade que faz com Naomi.
Do mesmo diretor de "Lemon Tree" esse filme também trabalha a questão Israel-Palestina mas de uma forma mais leve. Namorando com "Romeu e Julieta" o roteiro te faz ter mais um motivo para torcer pela uma pacificação entre judeus e árabes.
Ainda assim, o princípio do filme parece prometer mais situações conflituosas do que realmente acontecem.
Os "alívios cômicos" agridoces ficam por conta da interação entre Eyad (Tawfeek Barhorn) e Yonatan (Michael Moshonov) e as piadinhas que um faz com o outro sobre ser árabe/judeu.

A fotografia é agradável, sem muitos destaques, mas a trilha sonora brilha colocando músicas dos anos 90 de culturas estrangeiras.
Quando vi que era um filme de Eran Riklis assumo que coloquei um pouco de expectativa a mais do que devia, mesmo assim é uma obra a ser vista.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário