terça-feira, 9 de agosto de 2016

Cartas de Iwo Jima

título original: Letters From Iwo Jima
gênero: Guerra, Drama
duração: 02h 21 min
ano de lançamento: 2006
estúdio: DreamWorks SKG
direção: Clint Eastwood
roteiro: Iris Yamashita, Paul Haggis, Tadamichi Kuribayashi, Tsuyoko Yoshido
fotografia: Tom Stern
direção de arte: Henry Bumstead, James J. Murakami

Um tenente-general é enviado a ilha de Iwo Jima por ser conhecido como ótimo estrategista e, por ter estudado nos EUA, conhecer bem as técnicas do exército americano. Ao alterar os planos traçados e construir uma fortaleza submersa ganha a antipatia de outros oficiais. Mesmo os japoneses sabendo das chances mínimas de ganhar a batalha e saírem vivos, eles mantém as cabeças erguidas.
Depois de "A Conquista da Honra", Clint Eastwood dirigiu esse filme que conta essa batalha histórica do ponto de vista dos japoneses. O mais interessante de se perceber, após ver ambos os filmes, é que aqui não se enaltece nenhum dos lados como mocinho ou vilão, mas sim, fortalece a imagem de que quem perde são os dois lados. 
Fotografia e direção mantém a mesma qualidade do outro filme, trazendo a crueza e frieza necessárias para uma batalha tão sangrenta.
Ken Watanabe consegue construir um personagem forte e ao mesmo tempo tendo ali suas motivações, lembranças e emoções. Não apenas um militar, mas um oficial japonês, o que carrega muito mais questões de orgulho, próprio e nacional, do que a média.
Necessário ver ambos para que a obra fique completa e beirando a plenitude. 

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.