segunda-feira, 20 de junho de 2016

Direito de Amar

título original: A Single Man
gênero: Drama
duração: 1h 39 min
ano de lançamento: 2009
estúdio:  Fade to Black Productions
direção: Tom Ford
roteiro:  Christopher Isherwood, Tom Ford, David Scearce
fotografia: Eduard Grau
direção de arte: Dan Bishop

Década de 60, Los Angeles. George, um professor de inglês, perde seu companheiro em um acidente de carro. O tempo passa, mas a dor não diminui, e ele decide se matar. George, então, começa a colocar tudo em ordem para resolver a situação.
Que filme triste. Não assista se não souber lidar com a mini depressão que virá ao final.
A trama trata da dificuldade de ser homossexual há 50 anos atrás, das limitações legais e em relação as famílias mesmo.
Mas principalmente consegue passar de forma quase palpável o luto. Aquele desejo de voltar no tempo, de viver no passado.
Colin Firth e Julianne Moore estão incríveis, suas emoções estão vivas a olhos nus.
Fotografia e direção de arte são outro ponto alto. Seus olhos, que provavelmente já estarão marejados pela história, ficarão encharcados com as belas imagens.
Conseguiram colocar em imagens emoções bem difíceis de descrever.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO


Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário