quarta-feira, 15 de junho de 2016

A Conquista da Honra

título original: Flags of our Fathers
gênero: Guerra, Drama
duração: 2h 15 min
ano de lançamento: 2006
estúdio:  DreamWorks SKG, Warner Bros.
direção: Clint Eastwood
roteiro: William Broyles Jr., Paul Haggis, James Bradley, Ron Powers
fotografia: Tom Stern
direção de arte: Henry Bumstead

1945, mesmo com a vitória dos aliados da Europa anunciada, a guerra prossegue. Em uma das mais sangrentas batalhas, a tomada da ilha de Iwo Jima, 6 soldados erguem uma bandeira dos EUA, o que se torna um grande símbolo. Alguns deles morreram logo após esse momento, sendo esquecidos, os outros se tornam heróis. 
Não sou muito fã de filmes de guerra. Normalmente são sangrentos de um jeito que não me agrada (não a la Tarantino) e sempre fico na dúvida quem está do lado de quem. Mas esse aqui está de parabéns.
Apesar das cenas muito fortes, de violência e corpos dilacerados, o enfoque do filme está mais no emocional dos soldados. E o conflito entre estar vivo - e ser um herói - e ver ser amigos morrerem é muito bem construído.
Outro ponto que merece ser valorizado é a fotografia, cada cena é de encher os olhos. As cenas panorâmicas sobre os navios e as que os aviões mergulham sobre nuvens de fumaça em encontro a montanha, são de deixar qualquer um de queixo caído.
Clint Eastwood está de parabéns pelo trabalho que fez com esse roteiro.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.