sábado, 21 de maio de 2016

Órfãs da Tempestade

título original: Orphans of the storm
gênero: Drama, Romance
duração: 2h 30 min
ano de lançamento: 1921
estúdio:  D.W. Griffith Productions
direção: D.W. Griffith
roteiro:  Adolphe d'Ennery, Eugène Cormon, D.W. Griffith
fotografia: Paul H. Allen, G.W. Bitzer, Hendrik Sartov

Após quase abandonar a filha em frente a uma igreja, homem encontra outra bebê e volta com as duas para casa. As duas, Louise e Henriette, crescem juntas e criam um grande laço fraternal. Após a morte dos pais pela peste e uma doença que deixa uma Louise cega, ambas seguem para Paris em busca de um tratamento. Chegando lá Henriette é sequestrada por um aristocrata enquanto uma família de malandros usa Louise como ferramenta para ganhar dinheiro. Tudo isso acontece diante da eminente Revolução Francesa.
Mais uma grande produção melodramática de D. W. Griffith, a forma como vai sendo conduzida a história das irmãs, juntas e paralelamente, cria um drama e um suspense que prende o telespectador à história.
É um pouco difícil, mas necessário, deixar de lado o viés ideológico do diretor para aproveitar bem o filme e não ficar analisando a forma como ele conduz (de maneira distorcida) a Revolução Francesa, colocando aqueles que derrubaram a aristocracia como monstros e somente isso.
Mesmo adorando filmes mudos acho que deviam ter no máximo 1h30min, não é fácil ver um filme assim com 2h30min.

Ainda vale assistir por se tratar de um clássico.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.