quinta-feira, 7 de abril de 2016

Adam

título original: Adam
gênero: Drama, Romance
duração: 1h 39 min
ano de lançamento: 2009
estúdio:  Olympus Pictures
direção:  Max Mayer
roteiro:  Max Mayer
fotografia: Seamus Tierney
direção de arte: Tamar Gadish

Adam é um jovem que tem a Síndrome de Asperger que vive sozinho após perder seu pai. Quando ele conhece sua nova vizinha, Beth, ele passa a ter contato com outros aspectos da vida.
Eu achava que seria um filme muito mais focado demonstrar a síndrome dentro do enredo do que envolvê-la em uma história.
Sim, alguns aspectos são mostrados, como: a falta de habilidade para se relacionar com pessoas e o interesse obsessivo por certos assuntos. Inclusive, Hugh Dancy está de parabéns pelo trabalho que fez nesse filme.
Mas fiquei com a sensação que o foco principal era o romance entre pessoas opostas, e isso soou um pouco forçado para mim. Além do que, o drama do pai da moça ficou superficial, parecendo estar ali só para encher linguiça.

Inclusive, a atuação de Rose Byrne não me convenceu.
Mas independente desses aspectos, que deram uma caidinha no meio do filme, o final veio com tudo e retomou o tema principal, sem criar lições de moral ou final "felizes para sempre", mas tendo um final sincero e bonito.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário