terça-feira, 1 de setembro de 2015

O Estranho Sem Nome

título original: High Plains Drifter
gênero: Faroeste
duração: 105 min 
ano de lançamento: 1973
estúdio:  Universal Pictures
direção: Clint Eastwood
roteiro:  Ernest Tidyman, Dean Riesner
fotografia: Bruce Surtees

Lago, uma cidade isolada no deserto que espera, amedrontada, o retorno de três pistoleiros em busca de vingança. Um misterioso estranho surge, e mesmo matando 3 pessoas e cometendo um estupro, é escolhido pelos líderes para proteger a cidade.
 Gosto muito do gênero, entendo o estilo anti-herói machão que muitas vezes é usado, acho necessário para o estilo de história inclusive; mas a cena de estupro logo no começo incluída como algo aceitável por a moça ser "vulgar" foi chocante.
Retirando esse ponto que é um incômodo pessoal, o roteiro é ótimo. O estilo mocinho e vilão é ultrapassado, não  há figuras boas o suficiente para se salvarem.
A fotografia é simplesmente incrível, dando o ar perfeito da transição que há entre faroeste e suspense paranormal.
Inclusive considero esse um dos pontos altos da trama. O suspense que envolve o personagem de Clint Eastwood. Não sabemos quem ele é e nunca saberemos. Mas há linhas de teoria: poderia ser o irmão do xerife morto ou a alma do próprio.
Com certeza um faroeste acima da média, muito mais profundo.



CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO




Poster e Ficha Técnica: IMDb


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.