sexta-feira, 31 de julho de 2015

Boa Sorte

gênero: Drama
duração: 89 min 
ano de lançamento: 2014 
estúdio:  Globo Filmes
direção: Carolina Jabor
roteiro: Jorge Furtado, Pedro Furtado

João é uma adolescente que se sente invisível e fica viciados nos remédios da mãe. Ao ser internado em uma clínica de reabilitação conhece Judite, uma mulher que não tem mais muito tempo de vida. Eles se apaixonam e acabam transformando um a vida do outro.
Fiquei impressionada com a transformação de Debora Secco e todo o elenco cumpre seu papel de maneira muito convincente.
Porém o roteiro é daqueles que se espera que faça o telespectador derramar lágrimas. Afinal, estamos falando de uma personagem principal destinada a morrer. Pode até parecer clichê, mas sempre funciona, não há como não se emocionar.
Mas é aí que entra o problema, não senti nada. Não me deu nem tristeza. Criei empatia pelos personagens, mas seus finais não mexeram comigo e por isso sinto que a construção da história falhou.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.