terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Resident Evil

título original: Resident Evil
gênero: Terror, Ficção Científica
duração: 100 min
ano de lançamento: 2002
estúdio: Constantin Film Produktion
direção: Paul W.S. Anderson
roteiro: Paul W.S. Anderson
fotografia: David Johnson
direção de arte: Richard Bridgland

Em um laboratório, um vírus é liberado e contamina todo o sistema. O "Red Queen", sistema que controla o laboratório, acaba selando o local e levando todos os seus cientistas a serem contaminados e virarem zumbis. Um esquadrão militar invade o local tendo apenas 3 horas para resolver o problema ou todo o planeta será contaminado.
Pelo que sei esse filme é baseado em um videogame, não posso avaliar a fidelidade pois nunca joguei. 
Também não sou muito fã da temática zumbi e/ou apocalíptica, mas posso afirmar que essa trama prende. É tensão do começo ao fim, sustos de levantar os cabelos. Se assistir com essa finalidade, com certeza se divertirá.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

Piratas do Caribe - No Fim do Mundo

título original: Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest
gênero: Aventura, Fantasia
duração: 169 min
ano de lançamento: 2007
estúdio: Walt Disney Pictures
direção: Gore Verbinski
roteiro: Ted Elliott, Terry Rossio, Stuart Beattie, Jay Wolpert
fotografia: Dariusz Wolski
direção de arte: Rick Heinrichs

O navio-fantasma Flying Dutchman, agora sob o comando do almirante James Norrington, navega os sete mares em busca de piratas para aniquilá-los. Para detê-lo, Turner, Elizabeth e Barbossa precisam reunir os nove lordes da Corte da Irmandade, porém falta um : Jack Sparrow. Eles partem então até o fim do mundo para encontrá-lo.
O mais longo e mais  "super produção". Lembro que fui ver na pré-estréia, meia-noite, e voltei as 3 da manhã correndo a pé para casa, super cansada. Poderia ser mais curto, acaba sobrando um pouco de cenas de ação, que prolongam demais a história e enrolam o enredo.
Mesmo assim, é um final bem digno a trilogia. Não vi o que veio depois, mas acredito que poderiam ter parado por aqui, fechou bem mas já foi um pouco demais.
Vale por explicar a bússola quebrada de Sparrow e pela cena incrível de como eles vão para o fim do mundo.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

domingo, 29 de dezembro de 2013

Piratas do Caribe - O Baú da Morte

título original: Pirates of the Caribbean: Dead Man's Chest
gênero: Aventura, Fantasia
duração: 151 min
ano de lançamento: 2006
estúdio: Walt Disney Pictures
direção: Gore Verbinski
roteiro: Ted Elliott, Terry Rossio, Stuart Beattie, Jay Wolpert
fotografia: Dariusz Wolski
direção de arte: Rick Heinrichs

Elizabeth e Will Turner estão prestes a se casar, porém os planos são adiados quando Davy Jones aparece para cobrar uma dívida com Jack Sparrow. Para salvá-lo de uma vida pós morte amaldiçoada, eles partem em busca de um baú da morte.
O personagem de Johnny Depp continua sendo o que amarra a história e que dá a ela todo o tempero necessário para que o filme seja tão divertido.
Essa continuação trás um ar mais sombrio que o primeiro, mesmo tendo suas partes de ação e comédia, o roteiro num todo se envolve mais com o sombrio, magia negra e afins.
Só a Keira Knightley que me incomoda um pouco, parece que está sempre fazendo a mesma cara.
De resto, foi uma ótima sequência.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

sábado, 28 de dezembro de 2013

Piratas do Caribe - A Maldição do Pérola Negra

título original: Pirates of the Caribbean: The Curse of the Black Pearl
gênero: Aventura, Fantasia
duração: 143 min
ano de lançamento: 2003
estúdio: Walt Disney Pictures
direção: Gore Verbinski
roteiro: Ted Elliott, Terry Rossio, Stuart Beattie, Jay Wolpert
fotografia: Dariusz Wolski
direção de arte: Brian Morris

Século XVII, o pirata Jack Sparrow tem seu navio roubado por Barbossa e sua tripulação. Ao saquearem um vilarejo levam consigo a filha do governador. William Turner, um grande amigo da moça parte a sua procura e contará com a ajuda de Sparrow para recuperar a moça. O que eles não imaginam é que o Pérola Negra foi atingido por uma maldição que faz com que sua tripulação vague eternamente pelos mares.
É incrível imaginar que esse filme é baseado em um brinquedo da Disney.
Mesmo Orlando Bloom sendo o mocinho, o filme é de Johnny Depp, sua interpretação d epirata pirado e bêbado é tão boa que esse personagem ganhou grande espaço na história de sua carreira.
O roteiro é simples, aventura, ação, romance e final feliz. Mas serve muito bem para se divertir.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb


quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Os Incríveis

título original: The Incredibles
gênero: Animação
duração: 115 min
ano de lançamento: 2004
estúdio: Pixar Animation Studios, Walt Disney Pictures
direção: Brad Bird
roteiro: Brad Bird
fotografia: Andrew Jimenez, Patrick Lin, Janet Lucroy

Um dos maiores heróis do planeta, Roberto Pêra, é condenado após salvar um homem de se suicidar. Vários processos seguintes aos heróis faz com que o Governo decida aposentar a categoria. Quinze anos depois, em um emprego tedioso e uma vida pacata, Roberto vê a chance de voltar a sua antiga vida ao receber um convite misterioso.
Animação para a família toda, tem piada para as crianças, para os adolescentes e adultos.
Os personagens visualmente são bem caricatos e isso complementa a personalidade de cada um.
O mais bacana, para aqueles que são fãs do gênero super-herói é encontrar referência a outros filmes. Como, por exemplo, quando o Governo força a categoria a se retirar de circulação, não só no roteiro como nas cenas, há referência claríssima a "Watchmen".
A diversão é certa, isso eu garanto.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

quarta-feira, 25 de dezembro de 2013

Os Caça-Fantasmas 2

título original: Ghostbusters II
gênero: Comédia, Fantasia
duração: 108 min
ano de lançamento: 1989
estúdio: Columbia Pictures Corporation
direção: Ivan Reitman
roteiro: Dan Aykroyd, Harold Ramis
fotografia: Michael Chapman
direção de arte: Bo Welch

Um antigo tirano pretende voltar e dominar a terra, para isso usa seu próprio retrato no Museu de Arte de Manhattan e possui o bebê de Dana Barret. Os únicos que podem controlá-lo são os Caça-Fantasmas!
Mesmo molde do primeiro, não traz nada de novo, além das piadas.
Ainda que repetitivo funciona e diverte.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

terça-feira, 24 de dezembro de 2013

Os Caça-Fantasmas

título original: Ghostbusters
gênero: Comédia, Fantasia
duração: 105 min
ano de lançamento: 1984
estúdio: Columbia Pictures Corporation
direção: Ivan Reitman
roteiro: Dan Aykroyd, Harold Ramis, Rick Moranis
fotografia: László Kovács
direção de arte: John DeCuir

Após serem expulsos de seus cargos na Universidade, três parapsicologistas abrem seu próprio negócio como caçadores de fantasmas. Quando o portal de outra dimensão se abre, eles passam a ter muito trabalho para salvar Nova York.
Aquele tipo de filme divertido, engraçado, com a dose de suspense necessária para te fazer nunca enjoar de reassistir.
Bem ao estilo dos anos 80, com uma música tema marcante e uma mochila que todo mundo queria ter, o universo criado nessa trama faz com que o telespectador embarque com facilidade.
Com certeza um clássico.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

Operação Babá

título original: The Pacifier
gênero: Ação, Comédia
duração: 95 min
ano de lançamento: 2005
estúdio: Walt Disney Pictures
direção: Adam Shankman
roteiro: Thomas Lennon, Robert Ben Garant
fotografia: Peter James
direção de arte: Linda DeScenna


Shane é um agente disfarçado que, após falhar na proteção de um cientista, se propõe a cuidar da família dele para tentar recuperar seu prestígio na agência. Mas ele não imagina os problemas que isso lhe acarretará.
Roteiro bem simples com começo, meio, clímax e fim. Mistura um pouquinho de ação com bastante comédia para família.
O mais divertido aqui é ver Vin Diesel em um papel que de certa forma satiriza exatamente o estilo de filme que ele costuma fazer.
Serve para passar o tempo.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

domingo, 22 de dezembro de 2013

O Último Samurai

título original: The Last Samurai
gênero: Ação, Drama
duração: 154 min
ano de lançamento: 2003
estúdio: Warner Bros.
direção: Edward Zwick
roteiro: John Logan, Edward Zwick, Marshall Herskovitz
fotografia: John Toll
direção de arte: Lilly Kilvert

1870, um conceituado militar norte-americano é enviado ao Japão com a missão de treinar as tropas do Imperador com a intenção que esses consigam eliminar os últimos samurais ainda existentes na região. Porém, ele é capturado e passa a viver com o inimigo, onde começa a aprender os códigos dos samurais.
Com uma fotografia simplesmente incrível, muitos dizem que esse filme seria uma poesia em imagens.
O roteiro traz bem os costumes orientais, a maneira como valorizam a honra e o choque de culturas.
Assim como a trilha sonora, o filme todo é forte mas com delicadeza.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

sábado, 21 de dezembro de 2013

O Senhor das Armas

título original: Lord of War
gênero: Policial, Suspense
duração: 122 min
ano de lançamento: 2005
estúdio: Entertainment Manufacturing Company
direção: Andrew Niccol
roteiro: Andrew Niccol
fotografia: Amir Mokri
direção de arte: Jean-Vincent Puzos

Um traficante de armas, Yuri Orlov, faz transações por todo o mundo. Por estar sempre em zonas de guerra, Yuri tenta se manter um passo a frente de um agente da Interpol, de seus inimigos e até mesmo de seus clientes.
Uma das poucas atuações que respeito de Nicolas Cage. Jared Leto, mais uma vez, da o melhor de si.
A fotografia, meio árida, cabe muito bem ao tema e a trilha sonora a completa.
A trama trabalha de maneira interessante o financiamento de guerras, ditaduras e violência em países subdesenvolvidos pelos países ricos.
Assim como em "Obrigado Por Fumar" vejo aqui ironia no modo de explorar um tema tão sério. O roteiro é inteligente e consegue prender o espectador do começo ao fim.
Recomendaria que assistisse com um caderninho do lado para ir anotando as ótimas frases de efeito. ;P

CLASSIFICAÇÃO: MARAVILHOSO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

sexta-feira, 20 de dezembro de 2013

O Senhor dos Anéis - O Retorno do Rei

título original: The Lord pf the Rings: The return of the king
gênero: Épico, Fantasia, Aventura
duração: 201 min
ano de lançamento: 2003
estúdio: New Line Cinema
direção: Peter Jackson
roteiro: J.R.R. Tolkien, Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson
fotografia: Andrew Lesnie
direção de arte: Grant Major

Gandalf e Pippin partem para a capital de Gondor na intenção de ajudar na resistência ao ataque de Sauron enquanto um exército é reunido em Rohan para também tentar deter suas forças. Enquanto isso, Frodo, Sam e Gollum continuam seu trajeto rumo a Montanha da Perdição.
Para mim o padrão foi mantido nos três filmes, mesmo "A Sociedade do Anel" sendo mais uma apresentação da história e personagens e por isso um pouco mais arrastadas, "As Duas Torres" traz mais ação e profundidade, e nesse vemos por fim a conclusão de tudo.
Opinião final da trilogia: os filmes trouxeram um pouco de mais dinamismo, que não existia nos livros, e com isso resumiu um tanto a história - o que era necessário se não se tornaria uma produção enviável; Frodo me soou mais frouxo no cinema do que nas páginas e isso me deixou com um pouco de birra dele; os mais puristas não gostam que Gimli tenha sido usado como alívio cômico nas telonas, a mim não incomodou, achei até bem colocado.
Muitos personagens e informações para absorver - no todo e em cada trama separada - pode ser um pouco cansativo e pesado, mas com certeza essa trilogia merece ser vista e o respeito que tem.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

O Senhor dos Anéis - As Duas Torres

título original: The Lord pf the Rings: The two towers
gênero: Épico, Fantasia, Aventura
duração: 179 min
ano de lançamento: 2002
estúdio: New Line Cinema
direção: Peter Jackson
roteiro: J.R.R. Tolkien, Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson, Stephen Sinclair
fotografia: Andrew Lesnie
direção de arte: Grant Major

Com a captura de Merry e Pipin pelos orcs a sociedade do anel é dissolvida. Enquanto Frodo segue com Sam o caminho para a destruição do anel, o resto do grupo vai em busca de resgatar os hobbits.
Esse costuma ser o livro/filme favorito dos fãs.
Continuando a saga de "A Sociedade do Anel", nesse filme encontramos um pitada de pimenta a mais. Com a separação do grupo, o foco da história não fica mais só em Frodo e temos então tramas diferentes sendo trabalhadas ao mesmo tempo, com a expectativa de vê-las se encontrarem em algum ponto.
Também começamos a ter uma melhor elaboração da personalidade de cada personagem. Principalmente Frodo e seu dilema com o anel.
Direção de arte continua impecável assim como a trilha sonora. As cenas das lutas são magníficas e os orcs foram tão bem criados que parecem reais.
O melhor de tudo é o surgimento de Smeagol/Gollum na história, com a atuação de primeira linha - como sempre - de Andy Serkis.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

quarta-feira, 18 de dezembro de 2013

O Senhor dos Anéis - A Sociedade do Anel

título original: The Lord pf the Rings: The fellowship of the ring
gênero: Épico, Fantasia, Aventura
duração: 178 min
ano de lançamento: 2001
estúdio: New Line Cinema
direção: Peter Jackson
roteiro: J.R.R. Tolkien, Fran Walsh, Philippa Boyens, Peter Jackson
fotografia: Andrew Lesnie
direção de arte: Grant Major

Terra-Média, um hobbit, Frodo, recebe de presente de seu tio um anel. Porém esse é o Um Anel, um objeto maligno que deve ser destruído antes que caia nas mãos erradas. Para cumprir sua missão, Frodo contará com a ajuda de hobbits, anões, elfos e humanos para enfrentar vários perigos que surgirão a sua frente.
Eu fiz o caminho inverso com esse filme. Muitos anos atrás, alugueis os três, fiz um balde imenso de pipoca, peguei uma Coca 2 litros e os vi de uma única vez. Contando os intervalos para almoço e jantar, foi quase das 9h as 21h. Ano passado li os três livros.
Acredito que aqui precisamos enxergar como obras separadas, pois simplesmente não dava para o filme ter tudo o que o livro tem, caso o fizesse cada filme teria 10 horas.
Mesmo assim, acho que o roteiro deu uma boa fluidez a história - coisa que falta no livro - e as cenografias, fotografias e caracterizações ficaram bem coerentes com a trama original.
Todo o elenco mergulhou bem em seus personagens, mas Elijah Wood e Ian McKellen conseguiram marcar suas carreiras com a interpretação de seus papéis nesse filme.
Se tiver tempo e coragem recomendo que faça como eu e veja todos de uma única vez.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

O 6º Dia

título original: The 6th Day
gênero: Ficção Científica, Ação
duração: 123 min 
ano de lançamento: 2000
estúdio: Phoenix Pictures
direção: Roger Spottiswoode
roteiro: Cormac Wibberley, Marianne Wibberley 
fotografia: Pierre Mignot
direção de arte: James D. Bissell, John Willett

Em um futuro não muito distante, a clonagem de animais já é um fato corriqueiro, mas o fazer com seres humanos é ilegal. Isso até Adam chegar em casa e se deparar com um clone em seu lugar. Ele terá que salvar a si mesmo e ir atrás de quem o separou de sua família.
Nada de espetacular nesse roteiro, serve bem para passar o tempo com bastante ação.
Porém Arnold Schwarzenegger tem uma atuação lamentável e a direção de arte parece ter saído de sci-fi de filme B.

CLASSIFICAÇÃO: RUIM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

O Pacto dos Lobos

título original: Le pacte des loups
gênero: Aventura, Suspense
duração: 142 min
ano de lançamento: 2001
estúdio: Canal+
direção: Christophe Gans
roteiro: Stéphane Cabel, Christophe Gans
fotografia: Dan Laustsen
direção de arte: Guy-Claude François

Durante o reinado de Luix XV uma besta ataca na região rural da França, matando crianças e mulheres.  Com pânico instaurado, o rei envia para a região um biólogo. Porém, ele terá que lidar com ignorância, conspirações e intolerância.
É muito bacana encontrar uma super-produção como esse não Hollywoodiana. Ainda mais na época em que foi lançado, e na cidade em que eu morava, era praticamente impossível ter acesso a produções sem ser norte-americanas.
A direção e a fotografia são de encher os olhos e dão a história uma dinâmica bacana.
 O roteiro traz de tudo: revolução francesa, suspense, erotismo, artes marciais. O melhor de tudo é que  a miscelânia funcionou.
Por fim, o elenco está completamente a altura da trama.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

domingo, 15 de dezembro de 2013

O Homem da Máscara de Ferro

título original: The Man in the Iron Mask
gênero: Aventura
duração: 132 min
ano de lançamento: 1998
estúdio: United Artists Corporation
direção: Randall Wallace
roteiro: Alexandre Dumas Père, Randall Wallace
fotografia: Peter Suschitzky
direção de arte: Anthony Pratt

Século XVI, a rainha Anna da a luz ao futuro rei da França. Porém, poucos sabiam que logo depois veio um gêmeo. Vinte dois anos depois eles virão a se enfrentar.
Um dos melhores filmes envolvendo os Três Mosqueteiros, principalmente por esses serem interpretados por monstros como Gerard Depardieu, John Malkovich e Jeremy Irons. Talvez, Leonardo DiCaprio ainda não estivesse preparado para tal.
Não que sua atuação seja ruim, ele preenche o necessário. Porém, contracenando com as figuras que citei acima, sua interpretação acaba sendo mais fraca.
A cenografia e caracterização foram muito bem trabalhadas.
Um filme que prende a atenção.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

sábado, 14 de dezembro de 2013

O Homem Sem Sombra

título original: Hollow Man
gênero: Suspense, Ficção Científica
duração: 112 min 
ano de lançamento: 2000
estúdio: Columbia Pictures Corporation
direção: Paul Verhoeven
roteiro: Gary Scott Thompson, Andrew W. Marlowe
fotografia: Jost Vacano
direção de arte: Allan Cameron

Um grupo de cientistas, que trabalha em um laboratório militar ultra-secreto, descobre a fórmula da invisibilidade. O chefe da equipe resolve testar em si mesmo antes de criarem um antídoto, eles passam então a correr atrás do tempo para trazê-lo de volta a sua forma normal.
Com efeitos especiais bem interessantes e um roteiro mirabolante, o filme serve bem para entreter.
Kevin Bacon manda muito bem no papel principal, mesmo você não o vendo em boa parte do filme, o desprezo pelas atitudes de seu personagem é inevitável.


CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

sexta-feira, 13 de dezembro de 2013

O Galinho Chicken Little

título original: Chicken Little
gênero: Animação
duração: 81 min
ano de lançamento: 2005
estúdio: Walt Disney Pictures
direção: Mark Dindal
roteiro: Mark Dindal, Mark Kennedy, Steve Bencich, Ron J. Friedman, Ron Anderson, Robert L. Baird, Daniel Gerson, Sara Parriott, Josann McGibbon, David Reynolds, Sandra Tsing Loh
direção de arte: David Womersley

O galinho Chicken Little tem uma imaginação enorme que vive o colocando em confusões. Certo dia, acaba espalhando o terror por toda a cidade ao dizer que o céu estava caindo, ao confundir uma avelã com um pedaço do céu. Porém, quando o céu realmente começa a cair, ele precisa arrumar uma maneira de salvar todos sem causar novamente pânico.
O desenho não é dos mais elaborados, mas preenche o necessário.
Diria que o roteiro é uma versão moderna de João e o Lobo, agora tendo como herói um personagem fora dos padrões, magrelo e nerd.
Há referência a filmes de sci-fi, como "Sinais", mas apesar da história não trazer nada de surpreendente, pode entreter.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

O Bandido da Luz Vermelha

gênero: Policial
duração: 92 min
ano de lançamento: 1968
estúdio: Urano Filmes
direção: Rogério Sganzerla
roteiro: Rogério Sganzerla
fotografia: Peter Overbeck, Carlos Ebert
direção de arte: Andrea Tonacci

Um marginal paulista, mais conhecido como Bandido da Luz Vermelha, deixa a comunidade em polvorosa ao cometer vários tipo de de crimes: desde estupro até assassinatos. Ele acaba se apaixonando por uma famosa prostituta.
Período mais experimental do cinema brasileiro. O roteiro narra de maneira diferenciada a história de uma figura real. Nada que traga clímax e revelações, mas também não é necessário que se tenha isso em todos as tramas.
O mais interessante é a nova linguagem que trazem: as sequências, a narração em tom jornalístico, o letreiro.
Por mais que a história exija uma certa excentricidade por parte dos personagens, Paulo Villaça me soou um pouco artificial.
Mesmo conseguindo ver a transformação que esse filme trouxe ao cinema nacional e tudo que ele representa e significa, acabou sendo um pouco cansativo e "porra louca" demais para mim.


CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Ficha Técnica: IMDb

 

quarta-feira, 11 de dezembro de 2013

Ensina-me a Viver

título original: Harold and Maude
gênero: Drama, Comédia
duração: 91 min 
ano de lançamento: 1971 
estúdio: Paramount Pictures
direção: Hal Ashby
roteiro: Colin Higgins
fotografia: John A. Alonzo 
direção de arte: Michal D. Haller

Um rapaz, com obsessão pela morte, que ocupa seu tempo indo a funerais, conhece uma senhora de 79 anos, apaixonada pela vida, que tem o mesmo costume. Mesmo com pensamentos diferentes, nasce aí uma amizade, onde ela ensina a ele as belezas da vida.
Pode soar como uma história auto-ajuda, mas vai muito além disso. Sim, é um tanto quanto sentimental, porém o roteiro trás perguntas sobre os caminhos da vida, como resolvemos levá-la. Ao mesmo tempo traz a polêmica sobre um relacionamento sexual entre duas pessoas de gerações tão distantes.
As figuras caricatas da mãe rica, do oficial e do padre, também trazem um sarcasmo sobre essas instituições.
A fotografia é linda, a trilha sonora casa perfeitamente com a trama e Bud Cort e Ruth Gordon, além de atuarem dando o melhor de si, ainda trazem uma química perfeita à tela.
Encantador, emocionante e engraçado.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

 

terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Exorcista - O Início

título original: Exorcist: The Beginning
gênero: Terror
duração: 114 min
ano de lançamento: 2004
estúdio: Morgan Creek Productions
direção: Renny Harlin
roteiro: William Peter Blatty, William Wisher Jr., Caleb Carr, Alexi Hawley
fotografia: Vitorio Storaro
direção de arte: Stefano Maria, Ortolani

Um ex-padre se una a uma escavação do Quênia da suposta primeira igreja cristã após a morte de Cristo que, inexplicavelmente, foi soterrada de cabeça para baixo. Porém, parece que algo muito ruim, além da igreja foi enterrado ali.
Apesar de ser considerado uma continuação de "O Exorcista", para mim, é quase um filme a parte. E é melhor considerá-lo assim caso não queira passar raiva fazendo comparações entre o primeiro e esse.
É um filme que atinge seu objetivo dentro do gênero terror e até aborda bem a temática religiosidade.
Os efeitos são bem trabalhados e Stellan Skarsgard faz uma boa interpretação.


CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

segunda-feira, 9 de dezembro de 2013

O Dia Depois de Amanhã

título original: The Day After Tomorrow
gênero: Aventura, Ficção Científica
duração: 124 min
ano de lançamento: 2004
estúdio: Twentieth Century Fox Film Corporation
direção: Roland Emmerich
roteiro: Roland Emmerich, Jeffrey Nachmanoff
fotografia: Ueli Steiger
direção de arte: Barry Chusid

Modificações climáticas mudam drasticamente a vida na Terra. Enquanto o Norte passa por uma nova Era Glacial e todos migram para o Sul, um homem faz o caminho inverso, indo para Nova York, por acreditar que seu filho ainda está vido.
Filme apocalíptico, gênero que não faz muito meu tipo. Porém, esse eu respeitei.
As atuações são na média. Os efeitos especiais, na época pelo menos, me deixaram impressionada na sala de cinema.
Agora, o roteiro não é apenas sobre o mundo acabando. Além de potencializar o tema Aquecimento Global, ainda inverte os papéis de Norte e Sul, imigração ilegal e afins. A parte do pai tentando salvar o filho, pra mim, é um trecho coadjuvante na histórias.


CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb