domingo, 30 de junho de 2013

Dança Comigo?

título original: Shall We Dance?
gênero: Comédia Romântica
duração: 106 min 
ano de lançamento: 2003
estúdio: Miramax Films
direção: Peter Chelsom
roteiro: Masayuki Suo, Audrey Wells
fotografia: John Bailey
direção de arte: Thérèse DePrez

Um homem de meia idade, entediado com seu trabalho e sua rotina, se inscreve em um curso de dança - escondido de sua esposa - após se encantar pela professora, que ele vê do trem todos os dias.
Apesar de ser um roteiro de fácil digestão - e com muita dança o que me agrada muito - o legal aqui é que começamos o filme para além do início do romance, aqui o casal já está formado e é a crise que se instala entre eles o tema principal. Como manter a paixão funcionando? O que a rotina pode fazer com um casal?
Apesar de Jennifer Lopez ser maravilhosa, é simplesmente inaceitável Susan Sarandon ser abandonada.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

sábado, 29 de junho de 2013

A Nova Cinderela

título original: A Cinderella Story
gênero: Comédia Romântica
duração: 95 min 
ano de lançamento: 2004
estúdio: Warner Bros.
direção: Mark Rosman
roteiro: Leigh Dunlap
fotografia: Anthony B. Richmond
direção de arte: Charles William Breen

Sam é uma garota que pena na mão da madrasta e suas filhas e sonha entrar em Princeton. Certo dia conhece pela internet o rapaz dos seus sonhos, mas logo depois descobre tratar-se de um dos garotos mais populares de sua escola.
Releitura digital da Cinderela para os adolescentes atuais.
Muito fraquinho, o elenco é fraco e a releitura não é das melhores, tentam colocar elementos modernos mas parece que não faz diferença.
O elenco Disney Channel pode funcionar lá fora, aqui no Brasil não sei se segura tanto.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

  

sexta-feira, 28 de junho de 2013

Meninas Malvadas

título original: Mean Girls
gênero: Comédia
duração: 97 min 
ano de lançamento: 2004
estúdio: Paramount Pictures
direção: Mark Waters
roteiro: Rosalind Wiseman, Tina Fey
fotografia: Daryn Okada
direção de arte: Cary White

Após morar na África e nunca ter ido a uma escola, Cady terá que se readaptar ao estilo de vida americano quando seus pais resolvem voltar para os EUA, e principalmente a lidar com um grupo d emeninas que não fazem muita questão de serem simpáticas.
Apesar de bem simples e previsível, é possível dar umas risadas com essa história. Bate bastante na tecla das panelinhas na escola e como isso pode prejudicar algumas pessoas.
Lindsay Lohan ainda não estava com sua vida pessoal tão transtornada e ainda mantinha algum prestígio dentro de filmes adolescentes.
Pra um dia de semana a tarde pode ser uma opção.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

quinta-feira, 27 de junho de 2013

Como Perder Um Homem em 10 Dias

título original: How to lose a guy in 10 days
gênero: Comédia Romântica
duração: 116 min 
ano de lançamento: 2003
estúdio: Lynda Obst Productions
direção: Donald Petrie
roteiro: Michele Alexander, Jeannie Long, Kristen Buckley, Brian Regan, Burr Steers
fotografia: John Bailey
direção de arte: Thérèse DePrez

O publicitário Ben faz uma aposta com seu chefe, se fizer com que uma mulher se apaixone por ele em 10 dias ele ganhará a concorrida conta de diamantes da agência. Por outro lado, a jornalista Andie está fazendo uma pesquisa de campo para um artigo sobre como perder um homem em 10 dias. O caminho dos dois se cruzará e seus planos criarão uma enorme confusão.
O roteiro é básico e óbvio do começo ao fim, mas são os papéis trocados aqui que fazem o filme ficar engraçado - apesar de cada um estar vestindo o esteriótipo do se gênero, é ele que tenta segurar o relacionamento enquanto ela tenta cair fora.
Kate Hudson está hilária e tem uma ótima química com Matthew McConaughey - que inclusive, era tudo que as mulheres queriam ver na telona.
Serve bem pra passar a tarde e dar umas risadas.

CLASSIFICAÇÃO: BOM


Poster e Ficha Técnica: IMDb


quarta-feira, 26 de junho de 2013

A Partilha

gênero: Comédia 
duração: 96 min 
ano de lançamento: 2001
estúdio: Globo Filmes
direção: Daniel Filho
roteiro: João Emanuel Carneiro, Miguel Falabella, Daniel Filho, mark Haskell Smith
fotografia: Félix Monti
direção de arte: Marcos Flaksman

Reunidas no enterro da mãe, quatro irmãs se vêem obrigadas a resolver o que fazer com seu apartamento. Enquanto o avaliam e resolvem a partilha, encontram vários pedaços de memórias que confrontarão as escolhas que cada uma fez e como isso as afastou.
Os elementos técnicos podem ficar bem no nível de um programa de TV, mas o que faz valer é o roteiro e a sintonia que rola entre o elenco.
O drama da perda de um membro da família, como cada um reage a isso, como essa perda retoma antigos problemas e como eles podem ser confrontados, resolvidos, ou não. São quatro formas de vida bem distintas, nenhuma colocada como certa ou errada mas todas discutidas. 
Há cenas icônicas, como a dança na praia, as irmãs fumando maconha ou uma delas revelando sua opção.
Acho que o tema é atemporal e ainda vale a pena ser assistido.

CLASSIFICIAÇÃO: BOM


Poster e Ficha Técnica: IMDb


terça-feira, 25 de junho de 2013

10 Coisas Que Eu Odeio Em Você

título original: 10 Things I hate about you
gênero: Comédia Romântica
duração: 97 min 
ano de lançamento: 1999
estúdio: Touchstone Pictures
direção: Gil Junger
roteiro: Karen McCullah Lutz, Kirsten Smith, William Shakespeare
fotografia: Mark Irwin
direção de arte: Carol Winstead Wood

Bianca, a filha mais nova de um pai viúvo, está querendo sair com garotos. Porém, o pai só a libera caso sua irmã mais velha também saia, mas ela é um tanto quanto ranzinza. Para resolver a situação um jovem que é apaixonado por Bianca resolve arranjar um par para sua irmã.
É cheio de clichês e o que acontecerá ao final é um tanto óbvio. Porém, funciona.
O casal principal não é a irmã bobinha mais nova e o rapaz bobinho apaixonado por ela, mas a irmã megera e o cara de caráter duvidoso - isso dá um toque diferente ao filme.
Marcou o início da minha adolescência, eu nunca cansei de assistir. Paixonite aguda por Heath Ledger
Engraçado é ver Joseph Gordon-Levitt novinho de tudo aqui. (E não é que o Coringa e o Robin já haviam se encontrado antes?)
Melhor cena? A da arquibancada, de longe.
Pode parecer bobo e açucarado, e talvez seja, mas tem alguma coisa a mais que segura. Talvez seja a falta de perfeição dos personagens, talvez o carisma dos atores.

CLASSIFICAÇÃO: BOM


Poster e Ficha Técnica: IMDb


segunda-feira, 24 de junho de 2013

Para Sempre Cinderela

título original: Ever After
gênero: Romance
duração: 121 min 
ano de lançamento: 1998
estúdio:Twentieth Century Fox Film Corporation
direção: Andy Tennant
roteiro: Susannah Grant, Andy Tennant, Rick Parks, Charles Perrault
fotografia: Andrew Dunn
direção de arte: Michael Howells

Releitura da história da Cinderela.
Comecemos pelo fato de que é bem diferente das releituras que vem acontecendo hoje em dia, cheias de soft porn para adolescentes cheios de hormônios, ou com um humor levemente irônico mas meio babaca ao mesmo tempo.
É o conto de fadas, com uma roupagem um pouco mais nova e o mais legal: misturando história real ao meio. O fato de Leonardo Da Vinci ser o conselheiro do casal principal é incrível, o que acaba embutindo um pouco de todas as suas invenções na história para que os jovens aprendam ser perceber.
É leve e simples, mas bem bonitinha. Ah, e com bastante açúcar.

CLASSIFICAÇÃO: BOM


Poster e Ficha Técnica: IMDb


domingo, 23 de junho de 2013

O Mentiroso

título original: Liar Liar
gênero: Comédia
duração: 86 min 
ano de lançamento: 1997
estúdio:Universal Pictures
direção: Tom Shadyac
roteiro: Paul Guay, Stephen Mazur
fotografia: Rusel Boyd
direção de arte: Linda DeScenna

Um advogado se vê em uma situação complicada quando seu filho, ao apagar as velas no seu aniversário, faz o pedido que o pai pare de mentir. O pedido é atendido e ele acaba se metendo em várias confusões.

O roteiro segue uma linha simples, passando lição de moral e tudo o mais o que uma comédia familiar deve passar.
Jim Carrey ainda se encontra naquela fase bem caricata e exagerada, da qual não gosto muito.
Servia pra passar o tempo, não sei se ainda funciona.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR


Poster e Ficha Técnica: IMDb


sábado, 22 de junho de 2013

Amaldiçoados

título original: Cursed
gênero: Terror
duração: 97 min 
ano de lançamento: 2005
estúdio: Dimension Films
direção: Wes Craven
roteiro: Kevin Williamson
fotografia: Robert McLachlan
direção de arte: Chris Cornwell, Bruce Alan Miller

Três jovens tem suas vidas alteradas após serem mordidos por um lobisomem, para desfazer a maldição terão de matar aquele que os mordeu.

Caramba, não sei nem como descrever esse filme além de: é um dos piores que já vi na vida!
Roteiro fraco, com furos enormes e alguns fatos bem forçados.
O que era para ser um filme de terror vira comédia, mas você ri de tão ruim que são as cenas e as situações. Até mesmo os atores parecem não acreditar que estão fazendo aquilo.
Fujam!

CLASSIFICAÇÃO: LIXO


Poster e Ficha Técnica: IMDb


sexta-feira, 21 de junho de 2013

A Feiticeira

título original: Bewitched
gênero: Comédia, Fantasia
duração: 102 min 
ano de lançamento: 2005
estúdio: Columbia Pictures Corporation
direção: Nora Ephron
roteiro: Nora Ephron, Delia Ephron, Sol Saks
fotografia: John Lindley
direção de arte: Neil Spisak

Um ator, vendo sua cerreira afundando, aceita um papel em uma versão pra telona da famosa série "A Feiticeira". Não aceitando qualquer atriz para o papel ele sai em busca de uma nova pessoa, quando conhece Isabel, o que ele não imagina é que ela realmente é uma feiticeira.
É um filme sobre o filme praticamente. Sempre gostei muito da série e achei um tanto duvidoso levarem ela pro cinema. Primeiro por ser muito tempo depois da série ter feito sucesso, segundo porque Nicole Kidman já tem sua interpretação influenciada pelo botox e Will Ferrell é simplesmente ruim.
Não gostei, fraco, sem empatia e ainda acaba sendo uma péssima ligação com uma série tão legal.

CLASSIFICAÇÃO: RUIM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

 

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Sr. Ninguém

título original: Mr. Nobody
gênero: Drama, Fantasia
duração: 141 min 
ano de lançamento: 2009
estúdio: Pan Européenne
direção: Jaco Van Dormael
roteiro: Jaco Van Dormael
fotografia: Christophe Beaucarne
direção de arte: Sylvie Olivé

2.092, Nemo tem 118 anos e é o único ainda mortal em uma sociedade de pessoal imortais. Ele passa então a relembrar sua vida, real ou não.
Esse filme não segue uma linha contínua de história; cheio de vai e vem, intercalando passado, presente e futuro de todas as maneiras possíveis.
A fotografia é maravilhosa, em muitos momentos usando de um foco bem específico para dar um ar mais de irreal a imagem. Ou também a maneira como cores e iluminação acompanham as fases da vida do personagem principal, por exemplo: quando criança tudo é claro e colorido, na adolescência a fotografia já toma um ar mais sombrio, enquanto a fase adulta é a que mais se equivale a uma iluminação tradicional.
A trilha sonora parece ter sido produzida especialmente para o filme, mas é daquelas que a cada - clássica - música que aparece você pensa: Nossa, quanto tempo que não escuto essa e é tão boa!
Agora, quanto ao roteiro. Recomendo que assistam umas duas vezes para conseguir absorver melhor tudo que aqui é dito. Eu tive a sorte de pegar passar na TV duas vezes na mesma semana.
Então, vamos lá. Muitos podem achar parecido com "Efeito Borboleta". Sem dúvida, porém o citado é mais comercial enquanto Sr. Ninguém consegue ser mais refinado e enveredar por caminhos mais profundos. Não é somente sobre o poder das escolhas, mas sobre fazer mais de uma delas ao mesmo tempo. É sobre dimensões, tempo e teoria das cordas - fiquei encantada de conseguir entender um pouco dessa teoria com esse filme.
Não é um filme para quem quer relaxar ou descansar a cabeça, mas com certeza é um daqueles que precisa ser visto, apreciado e digerido.

CLASSIFICAÇÃO: MARAVILHOSO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

quarta-feira, 19 de junho de 2013

Esqueceram de Mim 3

título original: Home Alone 3
gênero: Comédia
duração: 102 min 
ano de lançamento: 1997
estúdio: Twentieth Century Fox Corporation
direção: Raja Gosnell
roteiro: John Hughes
fotografia: Julio Macat
direção de arte: Henry Bumstead

Contrabandistas escondem um chip muito valioso em um carrinho de brinquedo, mas para recuperá-lo precisarão enfrentar Alex, o dono do brinquedo que fará de tudo para defender suas coisas.
Pra começar que não é mais com o Macaulay Culkin, isso já o deixa sem sentido. A única coisa que tentar manter é a pegada da crianças ser um gênio das artimanhas.
De resto, o menino não tem empatia e os bandidos são fracos.
Continuação desnecessária.

CLASSIFICAÇÃO: RUIM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

terça-feira, 18 de junho de 2013

Esqueceram de Mim 2 - Perdido em Nova York

título original: Home Alone 2: Lost in New York
gênero: Comédia
duração: 120 min 
ano de lançamento: 1992
estúdio: Twentieth Century Fox Corporation
direção: Chris Columbus
roteiro: John Hughes
fotografia: Julio Macat
direção de arte: Sandy Veneziano

Em uma nova viagem, agora para a Flórida, por um engano na hora do embarque, garoto vai parar em nova York. Para sua sorte está com o cartão de crédito do pai e se hospeda em um ótimo hotel, mas o que não esperava era reencontrar os ladrões, que agora planejam vingança.
Ok, o primeiro é melhor. E sempre será assim, mas esse também é divertidinho.
As enroscadas do personagem principal com os ladrões continuam engraçadas, apesar do menino não manter as artimanhas do primeiro.
O roteiro é simples, mas bate quela pergunta: Pô, que família distraída, depois do que aconteceu no primeiro esse não deveria ser o filho em que prestassem mais atenção?"
Dá pra divertir a criançada.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

segunda-feira, 17 de junho de 2013

Esqueceram de Mim

título original: Home Alone
gênero: Comédia
duração: 103 min 
ano de lançamento: 1990
estúdio: Twentieth Century Fox Corporation
direção: Chris Columbus
roteiro: John Hughes
fotografia: Julio Macat
direção de arte: John Muto

Uma família planeja passar o natal em Paris, em meio a toda a preparação para a viagem acabam esquecendo um dos filhos que, com apenas 8 anos, terá de aprender a se virar sozinho e ainda proteger a casa de ladrões.
Filme que lançou oficialmente Macaulay Culkin ao estrelato. E merecido, apesar de ser uma daquelas crianças prodígio (que não suporto), conseguia também ser carismático e bom ator.
Joe Pesci e Daniel Stern são um show a parte, têm um estilo a la "O Gordo e o Magro" com uma pegada clown, Branco e Augusto.
Claro que estamos tratando aqui de uma comédia infantil, onde desde o começo sabemos que as coisas darão certo no final das contas. Mas funcionou muito bem na minha infância com certeza.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

domingo, 16 de junho de 2013

Levada da Breca

título original: Bringing Up Baby
gênero: Comédia
duração: 105 min 
ano de lançamento: 1938
estúdio: RKO Radio pictures
direção: Howard Hawks
roteiro: Dudley Nichols, Hagar Wilde
fotografia: Russell Metty

Um paleontólogo, que está de casamento marcado, vai a um jogo de golfe com um possível investidor do museu. Lá ele conhece Susan, uma moça inconsequente que fará de tudo para mantê-lo ao seu lado.
Apesar do roteiro parecer um pouco prolongado demais para uma história puramente entretenimento, o filme diverte bastante.
O casal Katharine Hepburn e Cary Grant, muito atrapalhados, têm química e fazem rir.
Para a época a maneira como foi desenvolvido é a frente de seu tempo, com decorrer rápido e diálogos com tiradas ligeiras.
Um passatempo fofo e divertido com certeza.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb


sábado, 15 de junho de 2013

Doze É Demais 2

título original: Cheaper bu the Dozen 2
gênero: Comédia
duração: 94 min 
ano de lançamento: 2005
estúdio: Twentieth Century Fox Corporation
direção: Adam Shankman
roteiro: Frank B. Gilbreth Jr., Ernestine Gilbreth Carey, Craig Titley, Sam Harper
fotografia: Peter James
direção de arte: Cary White

O casal com 12 filhos resolve passar as férias em uma casa do lago para reaproximar os filhos que estão se afastando da família. Após muita relutância todos topam, mas chegando lá eles encontram um conhecido muito competitivo que também tem uma família grande e os desafia.
Exatamente a mesma coisa que o primeiro. Formato história indo normal - conflito- climax-final feliz.
Por ser a mesma coisa, é mais fraco que o primeiro, podiam ter parado nele.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

sexta-feira, 14 de junho de 2013

Doze É Demais

título original: Cheaper bu the Dozen
gênero: Comédia
duração: 98 min 
ano de lançamento: 2003
estúdio: Twentieth Century Fox Corporation
direção: Shawn Levy
roteiro: Frank B. Gilbreth Jr., Ernestine Gilbreth Carey, Craig Titley, Sam Harper, Joel Cohen, Alec Sokolow
fotografia: Jonathan Brown
direção de arte: Nina Ruscio

Tom e Kate sonhavam em ser técnico de futebol e repórter esportiva, respectivamente. Começaram a namorar, casaram e a vida acabou lhes dando 12 filhos. Quando ele recebe uma proposta de treinar um time e sua esposa precisa ficar fora por uns dias para o lançamento de seu livro é que as coisas, que já costumavam ser um caos, ficam pior ainda.
Acho que Steve Martin já foi melhor. Não que seja um filme ruim, mas também não é bom.
É BEM filme família, para ver a tarde com as crianças.
Tudo está certo quando alguém vem para atrapalhar, mas no final tudo volta aos eixos. Formato básico.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Fargo - Uma Comédia de Erros

título original: Fargo
gênero: Comédia, Drama
duração: 98 min 
ano de lançamento: 1996
estúdio: PolyGram Filmed Entertainment
direção: Joel Coen
roteiro: Ethan Coen, Joel Coen
fotografia: Roger Deakins
direção de arte: Rick Heinrichs

Para sanar uma dívida, gerente de revendedora de carros resolve contratar dois marginais para sequestrarem sua esposa e pedir dinheiro ao abonado sogro. Mas alguns imprevistos surgem, causando algumas mortes e atraindo ao caso uma policial grávida que tentará resolvê-lo.
Quando vi que era dos irmãos Coen fiquei com um pé atrás, sinceramente, não consigo entender muito bem os filmes deles.
Mesmo mantendo a linha mais lenta de seus filmes, essa história me pareceu mais coerente e fácil.
As panorâmicas da estrada vazia e cheia de neve são lindas e trazem mais dramaticidade ainda a trama.
William H. Macy, Steve Buscemi e Peter Stormare estão de parabéns. O primeiro por dar um ar perfeito de bundão desiludido com a vida ao seu personagem, o segundo por - mesmo sempre ter essa cara de vilão - conseguir dar um ar interessante e ao mesmo tempo engraçado ao seu papel, e o último por estar incrivelmente encarnado na pele de um psicopata.
Gostei muito e a maneira como tudo vai acontecendo te deixa ansioso para ver como tudo auilo se resolverá, ou não.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

quarta-feira, 12 de junho de 2013

Abracadabra

título original: Hocus Pocus
gênero: Comédia, Fantasia
duração: 96 min 
ano de lançamento: 1993
estúdio: Walt Disney Pictures
direção: Kenny Ortega
roteiro: David Kirschner, Mick Garris, Neil Cuthbert
fotografia: Hiro Narita
direção de arte: William Sandell

No Dia das Bruxas, um garoto que não acredita nessas coisas acende uma vela para provar suas convicções e acaba evocando três bruxas do século XVII que farão de tudo para retomar sua juventude e imortalidade. Agora, ele, sua irmã, sua amiga e um gato falante terão que impedi-las.
Para as crianças de hoje em dia esse filme pode parecer bobo, para mim é um clássico. Não vai dar para analisá-lo friamente, pois é um dos meus filmes favoritos da vida.
Eu morria de medo do morto-vivo e, ao mesmo tempo que me divertia com as bruxas, tinha medo que viessem sugar minha juventude.
Bette Midler dá medo, Sarah Jessica Parker é a bonitona burra ( só descobri que era ela nesse filme a pouco tempo) e Kathy Najimy garante as risadas.
A cena em que elas tentam entender o que é o asfalto é uma das minha favoritas. E acredito que seja esse o diferencial do filme, passar de certa forma para as crianças as diferenças entre épocas.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

terça-feira, 11 de junho de 2013

Harry e Sally - Feitos um Para o Outro

título original: Whan Harry Met Sally...
gênero: Comédia Romântica
duração: 96 min 
ano de lançamento: 1989
estúdio: Castle Rock Entertainment
direção: Rob Reiner
roteiro: Nora Ephron
fotografia: Barry Sonnenfeld
direção de arte: Jane Musky

Harry e Sally viajam juntos para Nova York logo após se formarem pela Universidade de Chicago. À primeira vista ambos não se topam, com o passar dos anos passam a se encontrar esporadicamente até que se vêem apaixonados.
Tem algo nesse filme que me lembra levemente Woody Allen. Talvez sejam os diálogos longos e inteligentes. Isso me interessou e agradou.
O fato do romance dessa história ser mais próximo do real do que os dos filmes água com açúcar também ajuda.
Porém acho Billy Crystal  e Meg Ryan um tanto quanto sem graças; além disso não consegui ver química entre o casal.
A cena da lanchonete é memorável.
Talvez eu tenha ido com muita expectativa, não achei ruim mas também não achei o máximo.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

segunda-feira, 10 de junho de 2013

Chocolate

título original: Chocolat
gênero: Drama, Romance
duração: 121 min 
ano de lançamento: 2000
estúdio: Miramax Films
direção: Lasse Hallström
roteiro: Joanna Harris, Robert Nelson Jacobs
fotografia: Roger Pratt
direção de arte: David Gropman

Uma mãe solteira resolve mudar para uma cidade no interior da França com sua filha. Lá ela abre uma loja de chocolates em frente a igreja local, a população - muito tradicionalista - não bota fé no negócio, mas aos poucos ela vai atraindo a confiança daqueles que se aproximam.
Apesar de parecer apenas uma comédia romântica, o roteiro critica bastante os preconceitos e regionalismos que prejudicam a evolução da comunidade como um todo. A religião católica, de modo geral, é o tema mais debatido.
Se for louco por chocolate ou estiver com muita fome, se alimente antes de assistir. Eu pelo menos passei o filme todo com água na boca.
Juliette Binoche interpreta a simpatia em pessoa enquanto Johnny Depp parece ser a sensualidade representada, ou ele mesmo.
Parece um filme bobo, mas nas entrelinhas pode se ler muita coisa.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

domingo, 9 de junho de 2013

Volver

título original: Volver
gênero: Drama, Comédia
duração: 121 min 
ano de lançamento: 2006
estúdio: El Deseo S.A.
direção: Pedro Almodóvar
roteiro: Pedro Almodóvar
fotografia: José Luis Alcaine
direção de arte: Salvador Parra

Após morrer, fantasma da mãe regressa para ajudar sua irmã e sua filha cabeleireira, porém ela tem mais pendências a serem resolvidas com sua vizinha e com sua outra filha, Raimunda.
Se mantendo em seu terreno familiar, a análise do universo feminino e suas complexidades, Almodóvar discute aqui a relação da família e seus problemas internos - talvez de uma maneira mais simples que em outras tramas suas. Um reforço desse estudo da alma feminina é a quase ausência de personagens masculinos.
A estética e a trilha sonora, como sempre em seus trabalhos, vem para complementar o tema e trazer a ele um tom mais forte ainda do que já é.
Penélope Cruz, linda como sempre, traz uma força e características bem demarcadas ao personagem de uma mulher batalhadora.
Se não me engano foi um dos primeiros que vi desse diretor, muitos podem o achar um dos seus filmes mais fracos, mas com certeza me ajudou a me apaixonar por seu trabalho.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb