quarta-feira, 3 de abril de 2013

Ó Pai, Ó

gênero: Comédia
duração: 96 min
ano de lançamento: 2007
estúdio: Dueto Filmes, Globo Filmes
direção: Monique Gardenberg
roteiro: Monique Gardenberg, Márcio Meirelles
fotografia: Dudu Miranda

Os moradores de um cortiço no Pelourinho compartilham da paixão pelo carnaval e antipatia pela síndica. Essa, evangélica fervorosa, discorda dos hábitos dos moradores e resolve cortar a água do prédio para lhes dar uma lição e isso faz com que todos eles se confrontem e se solidarizem.
Sinceramente, não gostei e não indico. Acho que esse filme só fortalece esteriótipos sobre o baiano, de ser preguiçoso e só querer saber de carnaval e putaria.
O que valorizou foi o grande elenco, mas quem rouba a cena aqui não é Lázaro Ramos nem Wagner Moura, apesar de trabalharem muito bem, mas Luciana Souza que está ótima no papel da evangélica.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.