quarta-feira, 3 de outubro de 2012

Psicopata Americano


título original: American Psycho
gênero: Suspense, Drama
duração: 102 min
ano de lançamento: 2000
estúdio: Am Psycho Productions
direção: Mary Harron
roteiro: Bret Easton Ellis, Mary Harron
fotografia: Andrej Sekula
direção de arte: Gideon Ponte

Patrick Bateman é um yuppie de Wall Street, um figurão cheio de privilégios e riqueza. Mas basta uma pessoa aparecer a sua frente portando bens materiais melhores que o dele para aflorar um lado que ninguém conhece: o de serial killer.
Não faça a besteira de querer assistir esse filme como se fosse uma história linear, como eu fiz e cheguei ao final bem confusa. 
Apesar de começar como se fosse apenas mais uma história de psicopata, esse roteiro é para ler as entrelinhas e não o que parece ser a história principal, mas é totalmente superficial - e que te levará no mesmo caminho que eu.
O assunto aqui é uma cultura materialista que começou a ser criada na década de 80, época em que se passa o filme, e uma forte crítica a essa (cultura que perdura até os dias atuais). Vê-se claramente isso nos diálogos onde Patrick conta aos outros suas proezas assassinas e as pessoas simplesmente ignoram, mostrando que estão se importando mais com o status daquele relacionamento.
Palmas para Christian Bale que está na sua melhor forma, e eu não estou falando do físico que apresenta em cena. Ele incorporou tão bem o personagem, que ainda antes do meio eu já estava com nojo do personagem, sua arrogância e prepotência.
Não tentem avaliar o filme assim que os créditos subirem. Pare e analise tudo o que você viu, reflita sobre o que estava escondido no roteiro. E depois, se delicie com um roteiro muito bem elaborado, mas que de cara parece confuso e se noção.

CLASSIFICAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.