quarta-feira, 24 de outubro de 2012

O Libertino

título original: The Libertine
gênero: Drama
duração: 114 min 
ano de lançamento: 2004
estúdio: The Weinstein Company
direção: Lawrence Dunmore
roteiro: Stephen Jeffreys
fotografia: Alexander Melman 
direção de arte: Ben van Os

John Wilmot, rebelde e gênio literário, é convocado pelo Rei Charles II a escrever uma peça que impressione a corte francesa. Apaixonado por uma atriz, e querendo torná-la uma estrela, acaba chocando a sociedade.
Vai ser bem complicado falar desse filme para mim. Acho que posso partir do seguinte ponto: não assistam só por serem fãs do Johnny Depp. Não que ele mande mal, muito pelo contrário, dos poucos papéis mais realistas que anda fazendo (apesar de excêntrico) esse é um dos mais bem trabalhados. 
O problema aqui é o roteiro. É bom antes e assistir ler uma sinopse ou uma pequena biografia do personagem principal. Eu, por exemplo, nem sabia que era baseado em uma figura real.
Saibam que irá se deparar com a história de um libertino sadiano. Não é um roteiro leve, é muito tenso e em alguns momentos a história, para piorar, parece perder o caminho e acaba se tornando arrastado.
A fotografia se encaixa muito bem ao todo.
Pode ser que ter chegado totalmente perdida na história me fez odiar o filme, apesar de ter achado os monólogos bem interessantes. Mas não estou afim de repetir a dose para ver se mudo de idéia.
Obrigada por avisar Johnny Depp, eu realmente acabei de assistir te odiando.

CLASSIFICAÇÃO: RUIM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário