terça-feira, 24 de julho de 2012

Cidade de Deus



gênero: Drama, Ação 
duração: 130 min 
ano de lançamento: 2002 
estúdio: O2 Filmes
direção: Fernando Meirelles 
roteiro: Paulo Lins, Bráulio Mantovani 
fotografia: César Charlone 
direção de arte: Tulé Peak

Buscapé nasceu e viveu sempre na Cidade de Deus, uma das favelas mais violentas do Rio de Janeiro. Seu sonho é ser fotógrafo e é por meio dessa profissão que ele conseguirá mudar seu destino e dar um novo olhar aquela realidade onde cresceu.
Um divisor de águas no cinema brasileiro sem sombra de dúvida. Com esse filme as produções nacionais passaram a ser vista com outros olhares fora do país, e aqui dentro também.
Muitos podem falar: "Mas ele explora muito sexo e violência como a grande maioria dos filmes nacionais". Não discordo, mas a diferença aqui é que tem uma pegada diferente. É uma vista de dentro da comunidade e não somente de fora, das pessoas que convivem com os chefões do tráfico todo o dia.
O que mais destacaria aqui são a fotografia e direção de arte. São de encher os olhos! As cores, a movimentação da câmera, tudo dá uma fluência ágil à um roteiro que necessita disso. Me lembra um pouco Tarantino.
Com um elenco em sua maioria com atores não pertencentes ao seleto grupo estrelar da Globo acredito que a produção teve um toque a mais, são pessoas muita talentosas e que tiveram aqui a chance de se destacarem.
Abre aqui a discussão de como os problemas das favelas, da violência e do tráfico são muito anteriores ao que se imagina. Um debate sobre a sociedade de umas décadas atrás até a década atual.
Violência, sexo e palavrões trabalhados com contexto e não somente jogados para atrair público.
Com certeza um filme para quebrar preconceitos com o cinema nacional, Fernando Meirelles está mais do que de parabéns.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb


Um comentário:

  1. O filme brasileiro que mais gosto, disparado! Bem que o Senhor dos Anéis 3 podia ter sido lançado em outro ano...

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.