sexta-feira, 13 de julho de 2012

Brilho Eterno de Uma Mente Sem Lembranças

título original: Eternal Sunshine of the Spotless Mind

gênero: Drama 
duração: 108 min 
ano de lançamento: 2004
estúdio: Focus Features 
direção: Michel Gondry
roteiro: Charlie Kaufman, Michel Gondry
fotografia: Ellen Kuras
direção de arte: Dan Leigh

Após descobrir que sua namorada passou por um tratamento para apagá-lo da memória, Joel decide fazer o mesmo. A coisa só se complica quando, no meio da sessão ele não quer mais que isso aconteça.
Um ótimo drama, um ótimo romance, um ótimo tudo. Esse roteiro foi definitivamente pensado fora dos padrões comuns. Trata-se de um romance dramático que não repete as fórmulas batidas que vemos tanto por aí, tem um toque de ficção científica e ainda um humor sutil. 
Rola nele um debate sobre a evolução dos relacionamentos e o que devemos, ou fazemos, com eles quando terminam. Por mais que o fim seja doloroso, será que devemos apagar aquela pessoa totalmente de nossas vidas?
As sequências de cenas são incríveis e alucinantes ao mesmo tempo, a fotografia é meio alternativa e com uma pitada de cinema amador.
Aqui foi a primeira vez que realmente respeitei Jim Carrey como ator. E também pela primeira vez percebi o quanto ele é mil vezes superior como ator dramático do que comediante.
Com certeza um dos meus filmes favoritos, não canso de assistir. Serve para pensar, se divertir, suspirar e chorar bastante.

CLASSIFICAÇÃO: MARAVILHOSO

Poster e Ficha Técnica: IMDb


Um comentário:

  1. Também não canso de assistir. Esse é o filme que mais gosto. Ênfase para a última cena que é extremamente inspiradora, onde consegue simbolizar de uma forma tão sutil aquele antigo e verdadeiro ditado, que amar é aceitar as diferenças do próximo, independente de tudo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.