quarta-feira, 9 de maio de 2012

O Diário de Bridget Jones



título original: Bridget Jones's Diary
gênero: Comédia Romântica
duração: 97 min 
ano de lançamento: 2001
estúdio: Miramax Films
direção: Sharon Maguire
roteiro: Helen Fielding, Andrew Davis, Richard Curtis
fotografia: Stuart Dryburgh
direção de arte: Gemma Jackson

Bridget Jones é uma trintona que resolve no Ano Novo começar um diário. Nele ela conta seus defeitos, qualidades, problemas, planos e desejos para o futuro, além de contar seu dia-a-dia com muito humor.
Duvido que exista alguma mulher que não se identifique com pelo menos um pedacinho ou uma crônica de Bridget Jones. Tudo bem, é um filme de mulher, mas é divertido! Ainda não li o livro, mas gosto bastante desse filme, principalmente da cena [SPOILER/] logo no começo que ela fica cantando e bebendo, de pijamas, sozinha em casa. [\SPOILER] A mulher de 30 anos aqui representa a dúvida existencial que atinge as mulheres em qualquer idade: casar e ter filhos ou focar no trabalho? O homem bonzinho ou o cafajeste? Copiar o padrão de beleza das outras ou se aceitar como é?
Ela é tão atrapalhada e ao mesmo tempo, uma anti-heroína tão real, que não tem como não se encantar. Principalmente pela ótima atuação de Renée Zellweger - inclusive a acho mais bonita na forma que estava no filme do que agora, magra demais.
Hugh Grant sempre interpretando a si mesmo (charmoso e cafajeste) e Colin Firth dando um show, e muito mais charmoso que o Grant, na minha opinião.
A trilha sonora dá um toque a mais a um roteiro cheio de referências externas.
Não canso de assistir esse filme. Me identifico e ainda dou muita risada, mas como disse antes: que mulher não se identifica pelo menos um pouquinho?

CLASSIFIÇAÇÃO: BOM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.