segunda-feira, 7 de maio de 2012

O Amor É Cego


título original: Shallow Hal
gênero: Comédia Romântica
duração: 114 min 
ano de lançamento: 2001
estúdio: Twentieth Century Fox Film Corporation
direção: Bobby Farrelly, Peter Farelly
roteiro: Sean Moynihan, Peter Farrelly, Bobby Farrelly
fotografia: Russel Carpenter
direção de arte: Sydney J. Bartholomew Jr.

Seguindo os conselhos do falecido pai, Hal sempre busca mulheres de físico perfeito. Porém sua "sorte" no amor muda quando ele tem um encontro inesperado com um guru de auto-ajuda que faz com que ele apenas possa ver a bela interior das pessoas. Depois desse tia ele conhece Rosemary e logo passa a namorá-la por não acreditar que uma mulher tão linda tenha surgido em sua vida. O que ele não sabe é que, na verdade, ela é extremamente obesa.
Sim, é um filme engraçado e tem que haver um desapego da realidade para se divertir, afinal a história é fantasiosa.
Porém, não podemos negar que, apesar de trabalhar a idéia de que não devemos valorizar o visual mas o interior das pessoas, acaba sendo um filme superficial.
Ter Jack Black no elenco também não me anima nem um pouco. 
Com esse post descobri um padrão do qual pretendo fugir: o dos diretores Bobby Farrelly e Peter Farrelly. Eles só sabem fazer filmes comerciais bobos.
Vale pra dar umas risadinhas se você não tiver absolutamente nada pra fazer.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.