terça-feira, 15 de maio de 2012

2 Filhos de Francisco



gênero: Drama
duração: 132 min 
ano de lançamento: 2005
estúdio: Columbia TriStar Filmes do Brasil, Conspiração Filmes
direção: Breno Silveira
roteiro: Carolina Kotscho, Patrícia Andrade, Luciano Camargo, Breno Silveira, Domingos de Oliveira
fotografia: Andre Horta, Paulo Souza

Francisco sonha em transformar dois de seus nova filhos em uma famosa dupla sertaneja. Aqui é contada a trajetória desse pai, sua família e, principalmente de seus dois filhos: Zezé de Camargo e Luciano.
Assumo, criei um baita de um preconceito sobre esse filme quando soube que eles seria criado. Peguei raiva quando ele saiu nos cinemas, pois na época morava em Franca-SP e o único cinema de três salas ocupou duas com esse filme e por causa disso não consegui ver "Sin City" que ficou menos de uma semana na única sala livre para todos os outros filmes em cartaz na época.
Muito tempo depois, e após ouvir elogios de muitas pessoas, cedi e resolvi assistir. Não me arrependo; na verdade me arrependo de ter demorado tanto para abrir minha mente.
Primeiro, esqueçam que é uma história biográfica sobre essa dupla sertaneja. Vejam como um roteiro que conta a história de uma família típica do sertão brasileiro. Aqui vê-se claramente a realidade de grande parte do interior do país e sonhos que pais normalmente têm para com seus filhos: que eles sejam bem sucedidos. Por mais que Francisco fosse um pouco "louco" a maneira como ele dedicou sua vida a tentar fazer um futuro melhor para sua prole é de emocionar. Poderia ter dado errado, e provavelmente para muitas pessoas já deu, mas é aí que essa história se destaca - o caso deles deu certo e isso é mágico.
Não gosto muito do Ângelo Antônio, mas até ele conseguiu me impressionar. Todo o resto do elenco está de parabéns, principalmente o mirim.
A fotografia casa bem com todo o resto, meio búcolica e triste.
Foi um filme que se superou nas minhas espectativas, talvez por isso tenha gostado tanto.
Se você ainda não viu, prepare-se para provavelmente chorar, bastante.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.