segunda-feira, 16 de abril de 2012

Amor e Ódio


título original: La Rafle
gênero: Drama
duração: 115 min
ano de lançamento: 2010
estúdio: Légende Films, Gaumont
direção: Rose Bosch
roteiro: Rose Bosch
fotografia: David Ungaro

Em 16 de julho de 1942, a comunidade judaica francesa - que já vinha sofrendo represálias e sendo obrigada a usar uma estrela amarela no peito - são levados a viver no velódromo; 13 mil pessoas espremidas nesse lugar. Passando pelos campos de concetração, a morada de Hitler e as reuniões daqueles que orquestraram a ação, o filme mostra a origem da história até seu destino.
Mas uma parte da Segunda Guerra Mundial contada em detalhes riquíssimos. O filme mostra uma parte da história, na França que eu particularmente desconhecia. O único problema é que o caminho, e praticamente o final, nós já conhecemos. 
Não desmerecendo o tema, pois acho que deve ser sempre relembrado para que não se banalize as atrocidades feitas na época, mas infelizmente - falando do ponto de vista de obra de arte - acaba se tornando repetitivo.
Trilha, fotografia e até algumas situações acabam sendo repetitivas por ser a melhor maneira de abordar um assunto tão sórdido. Mesmo assim, todos esses pontos são muito bem trabalhados. 
Independente disso, pois acaba sendo assim pra mim por ter visto muitos filmes com essa temática, é uma abordagem francesa sobre as concessões que o país fez ao regime nazista, então acaba sendo uma auto-critica dos franceses a seu governo.
Destaque para Mélanie Laurent, atriz que conheci em outro filme com o mesmo tema, "Bastardos Inglórios", e que vem me impressionando cada vez mais.
Uma ótima opção para se conhecer um pouco mais de uma parte tão triste da história mundial.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário