sábado, 7 de janeiro de 2012

A Corrente do Bem

título original: Pay it forward
gênero: Drama
duração: 123 min
ano de lançamento: 2000
estúdio: Warner Bros. Pictures
direção: Mimi Leder
roteiro: Catherine Ryan Hyde, Leslie Dyxon
fotografia: Oliver Stapleton
direção de arte: Lawrence A. Hubbs

Um professor desafio seus alunos a criarem algo que possa mudar o mundo. Um de seus alunos cria então um jogo que funciona da seguinte maneira: ele ajuda três pessoas e essas devem retribuir ajudando mais três e assim em diante. Com essa atitude ele começa a criar uma corrente, que acaba ajudando também seu professor e sua mãe.
Absurdamente utópico. Isso pode parecer uma reclamação, mas não, é um elogio. Sim, você vai assistir, chorar até ficar desidratado e sair do cinema achando tudo lindo mas impossível de concretizar. A idéia do garoto é muito boa! Pode parecer forçado ganhar as proporções que ganha na história, mas acho melhor ver um filme utópico que traz uma mensagem positiva do que um que só reforça a maldade e destruição do mundo. Traz esperança. A única coisa talvez desnecessária seja o final.
Kevin Spacey, mas uma vez joga na cara da sociedade quão bom ator é.
Pode ser muita melação para algumas pessoas, mas acredito ser um ótimo filme que, quem sabe, pode motivar as pessoas a entrarem num trabalho voluntário, a repensarem suas atitudes ou algo do tipo.
CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO
Poster e Ficha Técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.