quarta-feira, 6 de julho de 2011

Billy Elliot

título original:Billy Elliot
gênero:Drama
duração:1 hr 51 min
ano de lançamento: 2000
estúdio: BBC / Tiger Aspect / Working Title Films
distribuidora: USA Films / UIP
direção: Stephen Daldry
roteiro: Lee Hall
produção: Greg Brenman e Jonathan Finn
música: Stephen Warbeck
fotografia: Brian Tufano
figurino: Stewart Meachem
edição: John Wilson

Billy Elliot vive em uma cidade que vive me função da mineração. O pai o coloca para fazer aulas de boxe, mas na mesma academia acontecem aulas de ballet e o garoto fica encantado com a dança. Passa então a fazer aulas, abandonando o boxe influenciado pela professora de ballet que vê nele um grande talento. Mas para se dedicar a essa nova paixão, Billy terá de enfrentar seu pai e irmão.
Musical não tanto feminino ou gay, como as pessoas costumam ver. Sim é sobre ballet, gênero normalmente esteriotipado, mas o filme faz exatamente o favor de quebrar barreiras e tabus.
O garoto só gosta de dançar e o faz muito bem, isso não faz dele um homossexual. Só que ele tem de enfrentar o pai e o irmão, dois homens muito machistas e que cresceram, foram criados e trabalham em ambientes brutos e hostis àqueles que não demonstrassem como são machos e brutos.
É uma história dramática e cativante, bruto e delicada, tudo ao mesmo tempo.
O entusiasmo do personagem principal com a dança faz o telespectador ter vontade de sair saltitando pela sala ao mesmo tempo em que as lágrimas correm pelo rosto pelo drama na vida pessoal de Billy.
Além de tudo isso as interpretações estão a altura de um roteiro magnífico. 
A cena final é sublime e a fotografia enche os olhos.
Sem dúvida alguma um dos meus filmes favoritos e um dos melhores entre os musicais e filmes com temática na dança.

CLASSIFICAÇÃO: MARAVILHOSO

Poster e Ficha Técnica: IMDb


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.