segunda-feira, 28 de março de 2011

O Escafandro e a Borboleta

título original:Le Scaphandre et le Papillon
gênero:Drama
duração:1 hr 52 min
ano de lançamento: 2007
estúdio: Pathé Renn Productions / France 3 Cinéma / Canal+ / Région Nord-Pas-de-Calais / The Kennedy/Marshall Company / C.R.R.A.V. Nord Pas de Calais / Ciné Cinémas / Banque Populaire Images 7
distribuidora: Miramax Films / Europa Filmes
direção: Julian Schnabel
roteiro: Ronald Harwood, baseado em livro de Jean-Dominique Bauby
produção: Kathleen Kennedy e Jon Kilik
música: Paul Cantelon
fotografia: Janusz Kaminski
figurino: Olivier Bériot
edição: Juliette Welfling

O editor da revista Elle francesa, Jean-Dominique Bauby, sofreu um AVC que o deixou com o corpo todo completamente paralisado. O único local não afetado, e único meio de comunicação com o mundo exterior, é seu olho esquerdo. Então ele passa a piscar uma vez para SIM e duas para NÃO e assim vai formando palavras, até criar um livro baseado no que lhe sobrou: suas memórias e sua imaginação.
Vou começar sendo bem clara: é um filme parado. Não veja se estiver cansado, sem paciência ou só afim de se distrair. Aqui apresento um filme para pensar e pensar mais um pouquinho.
Com uma fotografia de encher os olhos, enquadramentos incríveis, te colocando no ponto de vista do personagem principal, não há como não se sentir parte da história, ali convivendo com cada sofrimento e dor.
Confesso que não sou muito fã dos filmes franceses, acho todos muito papo-cabeça e infelizmente quando assisto não estou pra isso, na maioria das vezes. Esse não foge da regra, mas é encantador, ainda mais por ser baseado em fatos reais, saber que alguém passou por isso é tocante e uma lição de força e vontade e superação. 
Na verdade é esse o tema do filme, superação e saber dar valor à vida. Lindo.

CLASSIFICAÇÃO: ÓTIMO

Poster e Ficha técnica: IMDb

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.