sexta-feira, 4 de março de 2011

Castelo Rá -tim-bum

título original:Castelo Rá-tim-bum
gênero:Infantil
duração:1 hr 48 min
ano de lançamento: 2000
estúdio: A.F. Cinema e Vídeo
distribuidora: Columbia TriStar Filmes do Brasil
direção: Cao Hamburger
roteiro: Cao Hamburguer
produção: Van Fresnot, Alain Fresnot e Cao Hamburger
música: André Abujamra e Lulu Camargo
fotografia: Marcelo Durst
direção de arte: Vera Hamburger e Clóvis Bueno
figurino: Veronica Julian
edição: Michael Ruman

Nino é um aprendiz de feiticeiro que mora com os tios, Morgana e Vitor. Ele quase não tem amigos por ser considerado "estranho". Aproveitando das fraquezas do menino, uma tia distante resolve usar o garoto para roubar o livro de Morgana.
Baseado na famosa série da TV Cultura, que embalou a infância daqueles que cresceram na década 90.
Pode ser bonitinho, legalzinho para as crianças, mas nunca chegará aos pés do programa. 
Acertaram mantendo Rosi Campos como Morgana, Sérgio Mamberti como Vitor e Pascoal de Conceição como Dr Abobrinha. Mas super deslizaram quando esqueceram o principal: Cássio Scapin no papel de Nino. Como que tiraram ele para colocar uma criança? Esse elenco espetacular montava um espetáculo de interpretação diante de nossos olhos na TV e ele era a cereja do bolo, aí dispensam bem o personagem principal para colocar uma criança. Achei isso inaceitável.
Outra coisa, inventarem um comparsa pro Dr. Abobrinha, ele sempre tramou sozinho, mesmo sendo um super ator que fez o Rato, achei dispensável a invenção desse novo personagem.
Dá para distrair a criançada, mas para os fãs da série que o conheceram no original, com certeza será uma decepção.

CLASSIFICAÇÃO: RUIM

Poster e Ficha Técnica: IMDb

Um comentário:

  1. Poxa,eu curtia muito esse filme quando era muleque,mas ao passar dos anos o seu gosto foi ficando cada vez mais amargo,como o que aconteceu com Star Wars ep. 1. Mas a direção de arte pra mim,é um ponto forte.Poxa,eu curtia muito esse filme quando era muleque,mas ao passar dos anos o seu gosto foi ficando cada vez mais amargo,como o que aconteceu com Star Wars ep. 1. Mas a direção de arte pra mim,é um ponto forte.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.