quarta-feira, 21 de julho de 2010

Madame Satã

  • título original:Madame Satã
  • gênero:Drama
  • duração:01 hs 45 min
  • ano de lançamento:2002
  • estúdio:Videofilmes / Wild Bunch / Lumière / Dominant 7
  • distribuidora:Lumière
  • direção: Karim Aïnouz
  • roteiro:Karim Aïnouz
  • produção:Isabel Diegues, Maurício Andrade Ramos e Walter Salles
  • música:Marcos Suzano e Sacha Amback
  • fotografia:Walter Carvalho
  • direção de arte:Marcos Pedroso
  • edição:Isabela Monteiro de Castro
Na década de 30, no centro do Rio de Janeiro, um ex-presidiário vai morar com a prostituta que é sua "esposa", seu amante, um amigo travesti, e o dono do bar Danúbio Azul; onde passa a se apresentadar como Madame Satã, personagem tirado do filme de Cecil B. deMille que ele amou.
Reconheço todo o valor que há nesse filme, mas do fundo do meu coração não gostei. Adoro o cinema nacional e acredito na capacidade desse, mas não entendo porque um filme brasileiro para ser bom e não cair em uma produção com cara de Rede Globo, precisa sempre ser apelativo ou usar do lado violento e decadente da sociedade. Sim, há muito o que discutir desses temas, mas já está saturado nas telonas nacionais; como exemplo de filme de qualidade e que não utiliza dessas temáticas há Tempos de Paz, um ótimo filme sem favela, prostituição, bacanal e drogas.
Não será tempo perdido, mas não acho a melhor pedida.  Mas apesar disso, não há como deixar passar as ótimas atuações de todo o elenco, que apesar do roteiro não em agradar, dão um show de interpretação.

CLASSIFICAÇÃO: REGULAR

Poster e Ficha técnica: IMDb

2 comentários:

  1. Ando observando uma tendencia de voce sempre dar uma aliviada na sua avaliação no fim da crítica... Fala bem querendo falar mal... fala mal querendo falar bem

    (bem e mal aqui no sentido genérico da coisa)

    Tipo o filme é ruim mas vc não vai perder seu tempo assistindo... ou Talvez para quem assista sem esperar muito goste mais

    ResponderExcluir
  2. é q particularmente eu não gostei, mas ñ é por isso q o filme é ruim. Ele tem categoria, tem história no cinema nacional, quem sou eu pra falar q é ruim. Mas pessoalmente não gostei. Confuso né? HAUHAHA

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.